/Montevidéu em 3 dias
Teatro Solís

Montevidéu em 3 dias

Montevidéu, capital do Uruguai. Essa era a segunda vez na cidade, a primeira tinha sido há 12 dias, quando chegamos no Aeroporto de Carrasco e pegamos um ônibus até o Terminal Tres Cruces e já partimos para Colonia del Sacramento. Depois de um tour pelo Uruguai e Argentina estávamos de volta, para agora sim, explorar a cidade. Neste post mostraremos o que fazer em Montevidéu em 3 dias. Vem com a gente conferir. Montevidéu em 3 dias

O Aeroporto de Carrasco e como ir até o centro da cidade

O Aeroporto Internacional de Carrasco está à aproximadamente 40 minutos do centro da cidade de Montevidéu.

A imigração é bem tranquila e quem está com passaporte pode pegar uma “fila expressa”, sem ao menos passar com o oficial de imigração, mas…. não ganha o carimbo. Como adoramos carimbos, pegamos a fila mais “demorada” (que mesmo assim foi rápido) … passaporte carimbado e um letreiro bem na nossa frente dizendo: Hola. Bienvenidos al Uruguay.

A maneira mais fácil e barata de fazer o trajeto entre o aeroporto e o centro da cidade é pegando um dos ônibus que passam em frente ao aeroporto (linhas 701, 704, 710 ou 711). Há uma central de informações turísticas dentro do aeroporto, que ajudam indicando qual o melhor ônibus e onde se deve descer. Caso esteja com muitas malas, ou pesadas, há táxis e ubers na cidade. O uber até o centro da cidade custa em torno de 80 reais (preço janeiro/2018)

O que fazer em Montevidéu em 3 dias

Viemos de Punta del Diablo. Chegamos à Montevidéu já no final do dia. Deixamos as malas no hostel e fomos procurar algum lugar para comer. Fomos em direção à Plaza Independência, o principal cartão postal da cidade. Demos uma volta pela praça e achamos um bar que vendia chivito, um dos pratos mais típicos do Uruguai. No dia seguinte começaria o tour pela cidade realmente.

Dia 01- Chuva

O primeiro dia amanheceu com muita chuva. Como era domingo, fomos até a Feira Tristán Narvaja, onde se encontra de tudo, desde frutas, legumes e verduras até objetos antigos, de utilidades e animais, como peixes para aquários. A feira acontece somente aos domingos e ocupa diversos quarteirões. Como chovia não estava muito cheia. 

De lá, seguimos andando até o Mercado del Puerto, um mercado onde funcionam somente restaurantes e algumas lojas de artesanatos e souvenires. A história deste mercado é bem interessante. Foi construído em 1868 com toda a sua estrutura trazida da Inglaterra e originalmente foi projetado para abrigar uma estação ferroviária. Hoje é um dos principais pontos turísticos da cidade. Montevidéu em 3 dias

Dizem que lá é o melhor local para se provar a parrillada, o churrasco uruguaio. São diversos restaurantes e os preços variam bastante entre eles. Como tínhamos comido carne no dia anterior, decidimos comer massa, que veio acompanhada de Medio y Medio, uma bebida clássica uruguaia, que nada mais é que a mistura de vinho branco seco e espumante. Fica bem gostoso.

Mercado del Puerto, Montevidéu
Almoço no Mercado del Puerto

Voltamos para o hostel para esperar a chuva passar. Chovia muitoooo.  Já quase a noite, vimos que realmente a chuva não daria trégua aquele dia, então, decidimos fazer um passeio que não estava nos planos: ir ao teatro. A peça escolhida foi “Niños Expósitos”, no Teatro Circular. A peça custou 250 pesos uruguaios (preço de janeiro/2018) e foi muito legal. Um ótimo passeio para se fazer em caso de chuva.

Não sabe onde se hospedar em Montevidéu? Dê uma olhada nos hotéis mais reservados pelo Booking.

Dia 02

O segundo dia amanheceu com sol \o/. Decidimos fazer o Free Walking Tour, que começa sempre às 11 horas. Antes, fomos conhecer a Rambla , a avenida que margeia o Rio de la Plata. O rio estava bem agitado, devido a chuva do dia anterior.

O Free Walking Tour sai da Plaza Independencia. Nesta praça está um dos principais prédios de todo o Uruguai: o Palácio Salvo, projetado pelo arquiteto italiano Mario Palanti. Este prédio tem um irmão gêmeo, o Palácio Barolo, em Buenos Aires.  Na praça, também pudemos visitar o Mausoléu Artigas, que é lindo por dentro, o Museo de La Casa del Gobierno – Palácio Estévez, o Prédio da Presidencia Uruguaia e a Puerta de la Ciudadela. Bem ao lado do prédio da Presidência está o Teatro Solís, inaugurado em 1856.

Teatro Solís
Teatro Solís

Atravessamos a Puerta de la Ciudadela e estávamos na Peatonal Sarandí, que já faz parte do centro velho. Este calçadão, exclusivo para pedestres, concentra diversos cafés, livrarias e lojas. O calçadão também é conhecido como o Hall da fama uruguaia. Em Los Angeles são estrelas e as mãos de famosos, em Montevidéu encontra-se placas com a imagem de um sol com os nomes dos famosos locais. De lá, seguimos até a Plaza Constitución ou Plaza Matriz. Nesta praça está o Museu Cabildo, edifício de 1804, e a Catedral Metropolitana.

Curiosidade: Todas as praças em Montevidéu tem dois nomes, perfeito para se perder né?

Peatonal Sarandí, Montevidéu
Peatonal Sarandí e Puerta de la Ciudadela ao fundo

Seguimos para mais uma praça, a Plaza Zabala, onde está o Museu de Artes Decorativas Palácio Taranco, bem bonito. De lá, passamos pelo Museu de Arte Precolombino, do Banco Republica (enorme), do Museu do Carnaval e terminando o tour próximo à hora do almoço no Mercado del Puerto. Como tínhamos almoçado alí no dia anterior, fomos para outro lugar.

Museu de Artes Decorativas Palácio Taranco
Museu de Artes Decorativas Palácio Taranco

À tarde, seguimos até o Estadio Centenário, onde também funciona o Museu do Futebol. O passeio vale a pena até para quem não é apaixonado por futebol. De dentro do estádio temos acesso ao mirante e de lá temos uma vista incrível de toda a cidade. Vale a pena.

Estádio Centenário em Montevidéu
Estádio Centenário

Pegamos um uber até o Mercado Agrícola de Montevideo (MAM), que ao contrário do Mercado del Puerto, possuí várias lojinhas onde encontramos alimentos e bebidas. Não deixe de comprar um doce de leite uruguaio. É uma delícia.

De lá, seguimos até o Palácio Legislativo, projetado pelo arquiteto Vittor Meano e para a Torre Antel, o maior edifício do país com 158 metros de altura projetado por Carlos Ott. Há visitas guiadas pelo edifício, que também possui um andar panorâmico. Deixamos para uma próxima visita, pois já tínhamos ido no elevador panorâmico do estádio. 

Torre Antel
Torre Antel

À noite, fomos conferir como fica a Plaza Independência e o Palácio Salvo, onde no topo há uma luz, que segundo nos foi explicado no tour, muda de cor, dependendo do clima do dia. Bem interessante.

Palácio Salvo, Montevidéu
Palácio Salvo

Dia 03

O terceiro dia era o último dia da viagem pelo Uruguai e o vôo sairia à tarde.

Acordamos cedo. Fomos conferir o interior do Museu da Presidência, que é bem interessante e conta toda a história do Uruguai. Voltamos para o hostel. Pegamos a mala e fomos em direção ao Aeroporto de Carrasco.

Pelo caminho, passamos pela Playa Ramirez, pelo Parque Rodó, onde fica a Galeria de Arte Municipal, o Cassino e o Museu Nacional de Artes Visuais. Depois, seguimos até a Playa de Los Pocitos, bem bonita. Estava lotada. É nesta praia que fica o Letreiro de Montevidéu. Parada obrigatória para uma foto. Montevidéu em 3 dias

Montevidéu em 3 dias
Placa de Montevidéu

Depois de um tempo, já era hora de ir embora. Passamos em frente ao Hotel Sofitel Carrascolocalizado no bairro mais rico da cidade.

Montevidéu em 3 dias
Hotel Sofitel Carrasco

Ao entrar no aeroporto, vemos a placa dizendo chau… A viagem tinha acabado… Uruguai, até uma próxima…

Montevidéu em 3 dias
Aeroporto de Carrasco, Montevidéu

Dicas importantes:

  • A cidade fica completamente vazia na primeira quinzena do mês de janeiro, pois os funcionários da grande maioria dos estabelecimentos locais tem férias e viajam para as outras cidades.
  • Há uber em Montevidéu, mas fique atento, eles adoram parar onde querem e ficam  esperando você ir ao encontro deles. Uma viagem do centro até o Aeroporto fica em torno de 80 reais (preço janeiro/2018).
  • Em vários lugares do Uruguai, os estabelecimentos só passam o cartão com bandeira Visa. Então, antes de consumir ou querer comprar algo confirme se o seu cartão vai passar. E uma curiosidade: pagando em cartão, os restaurantes dão um desconto de aproximadamente 20% na compra. Vale a pena.
  • Não troque dinheiro no Aeroporto de Carrasco, ou se precisar trocar, faça o cambio do mínimo possível, pois em Montevidéu, a cotação é mais favorável. Montevidéu em 3 dias

Mapa:

Planejando sua Viagem

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
ALUGUEL DE CARRO → Alugue um carro com a Rentcars
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

Bom, essas são algumas dicas do que fazer em Montevidéu em 3 dias. E você já conheceu ou quer conhecer o lugar? Curtiu? Compartilhe sua experiencia conosco.

Hasta luego e até o próximo post.

Diego Arena