/O que fazer em Milão – 03 dias.

O que fazer em Milão – 03 dias.

Milão. A última cidade italiana do mochilão. Uma cidade que respira e é referência mundial em design.

Saí de Veneza, estação Venezia-Mestre, com destino a Estação Milano Centrale, uma viagem de aproximadamente 02h35min com os trens da RailEurope. Cheguei em Milão logo após o almoço e a primeira coisa que fiz foi deixar a mala no Hostel New Generator para começar a explorar a cidade.

Comecei o tour pela Piazza Scala, uma das mais importantes praças de Milão com uma escultura em homenagem a Leonardo da Vinci em seu centro. É nesta praça que está o Teatro alla Scala, e uma das entradas para a Galeria Vittorio Emanuelle II, com diversas lojas de luxo, restaurantes e cafés caríssimos, como o café da Mercedez Bens. Imagina?

Há uma lenda/superstição que diz que se você pisar na figura de um touro que tem dentro desta galeria traz boa fortuna, mas só descobri dela quando estava no Brasil.

Dei uma volta na Galleria e segui para a Piazza del Duomo, a mais importante da cidade, onde fica o Duomo de Milano uma das principais catedrais construída no estilo gótico.       A entrada para conhecer o interior do Duomo é free, você só paga se quiser subir os 200 degraus que te levam até a cobertura,  onde você pode ver uma bela vista de toda a praça.

Catedral de Milão
Duomo di Milano

Nesta praça também está o Museo del 900, um museu bem interessante com várias obras, desde Picasso até obras contemporâneas. Conferi o acervo do museu e sentei na Piazza del Duomo para observar o movimento e fazer um sketch.

Galeria Vittorio Emmanuele
Sketch Galeria Vittorio Emmanuelle II

No segundo dia comecei o tour pelo Castello Sforezco, na frente do Parco Sempione, um parque gigante onde podemos conhecer o Arco do Triunfo de Milão, ou Arco della Pace.

Depois fui até a Igreja Santa Maria delle Grazie, tentar achar uma vaga para ver o Cenacolo de da Vinci, a Santa Ceia. Todos os ingressos são vendidos com 3 meses de antecedência e não tinha conseguido comprar. Um motivo para voltar um dia à Milão. Assim, segui até a Pinacoteca Ambrosiana, onde pude ver uma exposição sobre o Leonardo da Vinci e depois à Basilica Sant’Ambrigio ao lado  Parco Papa Giovanni Paolo II.

S. Ambrogio_.jpg

Já a tarde voltei para a Piazza del Duomo conhecer a famosa Loja La Rinascente, uma loja de departamentos com sete pavimentos separados por setores como maquiagem, moda masculina, feminina, artigos de design etc. No último pavimento há um restaurante e um mercado com uma vista diferente do Duomo.Vai uma água ai? Promoção! Só 300euros haha

Depois fui andar pelo Quadrilátero da moda, compreendido pela Via Alessandro Manzoni,  Via MontenapoleoneVia della Spiga e Corso Venezia. Onde você encontra lojas da Gap,  Michael Kors, Disney, Zara, Dior, Prada, Gucci, Chanel, Max Mara etc. Outra rua bem importante e com diversas lojas é o Corso Buenos Aires.

corso.jpg

A noite fui até o Navigli, o bairro boêmio onde acontece a vida noturna de Milão. O bairro é cortado por canais, com muitos barzinhos e restaurantes lembrando muito a Vila Madalena de São Paulo. Não vá muito tarde! Na maioria dos bares acontece o que chamam de Aperitivo Milanês, onde você paga uma bebida e pode desfrutar um buffet de snacks. Top!

navigli.jpg
Navigli

No terceiro dia, passei pela Pinacoteca de Brera e depois conheci a parte mais moderna de Milão pela manhã com diversos edifícios contemporâneos. E a tarde peguei o trem para mais um destino do mochilão: Paris, uma cidade fantástica.

Bom, essas são algumas dicas de Milão. Já foi para lá? Curtiu ? Compartilhe sua experiência conosco.

Até mais

Diego Arena