O que fazer em Versailles, França

Atualizado em

Um bate e volta bem interessante para os amantes de arte e arquitetura, que vão para Paris, é fazer um passeio até Versailles, onde você pode conhecer o Palácio de Versailles e seus jardins, palco de toda a história de Maria Antonieta. Vem com a gente conferir o que fazer em Versailles?

Como chegar em Versailles

A maneira mais rápida e fácil de fazer o trajeto Paris-Versailles, é utilizando a linha de trens urbanos de Paris, chamada RER C (Réseau Express Régional). Mas como Versailles fica em outro setor (setor 4), fique de olho na passagem que você comprou. O bilhete para se locomover no centro da cidade não pode ser usado. Sempre há fiscais nos trens para verificar se você está utilizando o bilhete certo, caso não… multa (bem salgadinha).

Separei um dia para a visita pois sabia que como não havia comprado o ingresso com antecedência pegaria fila lá. Peguei o trem em Paris e desci na estação Château de Versailles. Todo mundo desce ali. Para chegar a entrada do Complexo de Versailles basta seguir o fluxo, uma caminhada de aproximadamente 10 minutos.

Versailles

Logo que cheguei, peguei uma fila para comprar o bilhete, demorei uns 15 minutos, e depois esta outra fila, uma pequena e rápida fila…bem rápida… com poucas pessoas de aproximadamente 3 horas, em baixo de sol. Ainda bem que tinha levado um lanche haha. Toda essa fila porque todos, sem exceção, passam por um esquema de segurança antes de adentrar no Palácio, passando por detectores de metais e revista.

Versailles
A pequena grande fila para entrar no Palácio de Versailles

Após a grande fila e passar pela segurança do Palácio estava no pátio logo atrás do portão dourado, chamado de Cour Royale.

Versailles
Cour Royale

O Interior do Palácio

Depois do pátio finalmente chegou a hora de entrar no Chateau. A sensação de entrar em um dos locais mais falados em história da Arte é incrível. Um dos primeiros cômodos que você passa é a Capela Real, dedicada à São Luís, local que só é possível ser visualizado através de uma porta.

Versailles
Capela Real

Seguindo em frente você chega até a Galeria da História do Palácio, uma área que conta sobre a história do palácio, sua construção, os jardins.

Já no piso superior, você passa pela Sala de Hércules, que era uma antiga capela. E a seguir passa pelos cômodos mais importantes do Chateau, os Apartamentos de Estado, locais que eram utilizados pelo Rei e Rainha tanto para atividades de governo quanto pessoais. São várias salas em sequencia , começando pelo Grand Appartement du Roi (Apartamentos do Rei), Salão da Abundancia, Sala de Vênus, Sala de Diana, Sala de Marte, Sala de Mercúrio e Sala de Apolo.

Versailles
Sala de Hércules

Após passar por todos os recintos do Apartamento do Rei chegamos à Sala da Guerra, que liga os Apartamentos à Sala dos Espelhos (Grand Galerie). Embora lotado de turistas você pode ver o quão fantástica é essa sala. O sol entra pelas janelas e reflete nos espelhos que estão do lado oposto deixando o ambiente com um clima espetacular. Uma viagem no tempo.

Geralmente
Versailles
Sala dos Espelhos

Foi na Sala dos Espelhos, que em 1919 foi assinado o Tratado de Versalhes. O tratado selou a paz entre as potências europeias e pôs fim à Primeira Guerra Mundial.

Ali conseguimos acessar o Quarto do Rei, a Sala do Conselheiro e a Sala do Olho de Touro. E atravessando a Sala dos Espelhos chegamos a Sala da Paz e o acesso ao Apartamentos da Rainha (Grand Appartement de La Reine). Também com salas em sequencia , com o Quarto da Rainha, Sala dos NobresAntecâmara do Grand Couvert e Sala da Guarda.

Chegamos então a Galeria das Batalhas, o primeiro museu em Versailles.

Na outra ala do Palácio esta os Apartamentos menores do Rei (Petit Appartement du Roi) , com 12 salas.

Jardins de Versailles

Depois de conhecer todo o Palácio e seus cômodos era hora de sair de lá e conhecer os seus Jardins. Lá você pode conhecer o Grand Canal, a Fonte de Latona, a Fonte de Netuno, a Fonte de Apolo e a Orangerie.

E se ainda não estiver cansado pode visitar o Grand Trianon, e o Petit Trianon. Como fiquei muito tempo na fila não tive tempo de ir até lá. Fica para uma próxima.

Mas.. ficar tanto tempo na fila valeu a pena ? Muitooooo!

Onde se hospedar próximo à Versailles

Há várias opções de hospedagem próximo ao Palácio de Versailles, para todos os tipos de pessoas e bolsos. Separei neste post algumas opções de hotéis que estão bem avaliadas no Booking.

Hotel 5 estrelas: Waldorf Astoria Versailles – Trianon Palace

Hotéis 4 estrelas: Hotel Le Versailles, Le Louis Versailles Chateau, Les Desmoiselles à Versailles, 

Hotéis 3 estrelas: Ibis Versailles Chateau, Hotel La Residence Du Berry

Planejando sua Viagem

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
ALUGUEL DE CARRO → Alugue um carro com a Rentcars
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

E você já esteve em Versailles? Curtiu ? Compartilhe sua experiência conosco!

Até mais

Diego Arena

22 comentários em “O que fazer em Versailles, França

  • 07/04/2017 em 11:56
    Permalink

    que passeio lindo e bastante histórico, ainda quero fazê-lo um dia. É muita história e elegância em um lugar só! Abraços

    Resposta
    • 09/04/2017 em 18:54
      Permalink

      Siiim, é demais! É como se você entrasse nos livros de história e viajasse para o passado. Incrível. Abraço =)

      Resposta
  • 07/04/2017 em 12:56
    Permalink

    O lugar deve ser de fato extraordinário, mas o que é essa fila?! Que horas você chegou? Fica assim o dia todo?! Ainda não visitei a França, mas o país é quase uma unanimidade entre os viajantes.

    As orientações estão ótimas!

    Resposta
    • 07/04/2017 em 23:51
      Permalink

      Cheguei de manhã. Era umas 10h mais ou menos. E até o momento que eu consegui entrar a fila estava assim. Gigante. Não sei se pelo fato de ser alta temporada.
      Mas… valeu muitoooo a pena. Lugar é lindo! 🙂

      Resposta
  • 07/04/2017 em 13:04
    Permalink

    Visitar Versailles, Giverny e Fountainebleau são passeio tipo bate e volta clássicos à partir da capital francesa. Eu estive em Versailles pela primeira vez em 2005, simplesmente adorei os jardins e a opulência de seu interior. Eu também acabei não visitando o Petit Trianon, mas conheci su réplica nos EUA, numa das 10 maiores mansões já construídas nos EUA até o século XX. A Nemours Mansion em Wilmington Delaware => http://mauoscar.com/2012/07/28/nemours-mansion-gardens-versailles-eua/

    Resposta
    • 09/04/2017 em 18:56
      Permalink

      Não consegui ir para Giverny e Fontainebleau, preciso coloca-los na lista da próxima eurotrip.
      Nossa interessante essa mansão. Obrigado por compartilhar! =)

      Resposta
  • 07/04/2017 em 19:35
    Permalink

    Foi a viagem que eu fiquei devendo quando fui a Paris. Vamos ver se esse ano eu consigo ir! 😀

    Resposta
  • 07/04/2017 em 21:23
    Permalink

    Gente que lugar é esse? Só o portão já vale a visita de tudo, né? mas aí quando você entra é de outro mundo… incrível, parabéns!!!

    Resposta
  • 08/04/2017 em 00:27
    Permalink

    Meu Deus, quanta coisa eu perdi. Quando fomos a Versailes, em 2013, nós fomos nos Jardins, que é fantástico, porém o palácio estava fechado, isso porque pela manhã havíamos ido a Giverny, nos Jardins de Monet. Muito legal seu post, fiquei impressionado, com a Capela Real, e a Sala de Hércules!

    Resposta
    • 09/04/2017 em 19:00
      Permalink

      Nossa, que triste ter ido até lá e não ter conseguido conferir o interior do Palácio.
      Preciso conhecer os Jardins de Monet, deve ser incrível!
      Obrigado pelo comentário 🙂

      Resposta
  • 08/04/2017 em 21:23
    Permalink

    Achei fantástico, as fotos são hipnotizantes. Como faz para ir embora??? Eu não conseguiria. As explicações são traduzidas para diversos idiomas?

    Resposta
  • 08/04/2017 em 22:28
    Permalink

    Oi Diego. Muito bom visitar Versailles. Eu fui até lá correndo (participei da corrida Paris-Versailles), mas voltei de RER no final da noite. Consegui visitar o Grand e o Petit Trianon, mas deu uma chovida. Aí foi chato… Achei um lugar memorável, pois estudava isso na escola e ver “ao vivo” foi sensacional. Parabéns pelo post!
    Abraços
    Carolina

    Resposta
    • 09/04/2017 em 18:47
      Permalink

      Obrigado =)
      Nossa deve ter sido muito legal ter feito essa corrida e além de ter termino e ter essa realização se deparar com uma obra como Versailles. Pena que choveu =/

      Resposta
  • 10/04/2017 em 11:51
    Permalink

    Esse lugar é muito lindo e luxuoso, a única coisa que não curti lá foi a fila enorme de mais de 2 horas que enfrentei para entrar.

    Resposta
  • Pingback: 5 dias em Paris, na França - Uma Viagem Diferente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.