Chiang Mai

O Que Fazer em Chiang Mai: Roteiro de 4 Dias

Depois de conhecer Bangkok, peguei um voo, com apenas 1 hora de duração até Chiang Mai, uma das principais cidades do país, localizada no norte da Tailândia, onde passei quase 4 dias inteiros. Vem com a gente conferir o que fazer em Chiang Mai?!

O que fazer em Chiang Mai

Dia 01 – Chegada, Templo e Jantar

Cheguei no Aeroporto de Chiang Mai às 16 horas. Desembarquei, peguei a mala e peguei um táxi até o hostel que eu havia reservado, no centro antigo da cidade, chamada de Old City, uma área que é cercada por muralhas que protegiam a cidade na antiguidade.

Já no hotel, fiz check-in perguntei para o recepcionista o que eu ainda poderia conhecer naquele dia. Ele me indicou um templo, e um mercado gastronômico de rua.

O templo que visitei foi o Wat Loke Mofee, bem bonito e pequeno. Fiquei um tempo por ali, observando os monges fazerem suas orações. 

Wat Loke Mofee

O próximo ponto visitado foi o Chang Phuck Market, um mercado gastronômico montado diariamente durante à noite, com diversas barraquinhas e comida de rua. Confesso que deu um medinho de comer ali e passar mal, mas, o lugar estava bem cheio, tanto de turistas como moradores locais. 

Comi um pork ribs, que veio acompanhado de um molho de ervas, e tomei um smothie de coco (uma bebida tipica da Tailândia).

Comida de rua em Chiang Mai

Dia 02 – Templos

Este dia estava todo destinado para conhecer os templos da cidade. A primeira parada foi o templo Wat Pha Bong, localizado praticamente em frente ao hostel.

Na mesma rua, alguns quarteirões do Wat Pha Bong, está um dos templos mais bonitos e importantes de Chiang Mai, o Wat Phra Singh Waramahaviham. O templo principal estava em restauro, mas foi possível visitar todo o complexo, conhecer os mausoléus (as construções douradas) e ver algumas lojinhas.

Templo
Templo Wat Phra Singh

São mais de 300 templos espalhados pela cidade, e vários deles um do lado do outro. É impossível conhecer todos, mas durante minha caminhada pela cidade fui entrando em alguns.

O próximo templo visitado foi o Wat Sri Suphan, mais conhecido como Silver Temple (o templo de prata). O Templo é bem bonito e possui a escadaria de acesso pintada de azul, o que dá um contraste bem interessante. Mas, só é permitida a entrada de homens no interior do templo, e o ingresso custa 50THB (preço de outubro/ 2019). 

Eu no Silver Temple

E praticamente ao lado do Silver Temple, há um templo bem maior, todo dourado.

Eu no templo ao lado do Silver Temple

Depois passei pelos templos: Wat Phuong Hong, o Wat Chet Lin, o Wat Muen Tum, o Wat Chang Taem, o Wat Chet Lin e o Wat Chedi Luang Varavihara.

Wat Chet Lin
Templo

O próximo templo foi o Wat Lok Molee, um dos templos mais antigos de Chiang Mai, construído no século XIV para ser o Templo Real. Sai dele e fui até o Wat Chedi Luang, que foi abalado por um terremoto no século XVI, que destruiu grande parte da sua estrutura e com uma parte dele em ruínas. 

Wat Chedi Luang

Continuei andando pela cidade mais um pouco. Voltei para o hostel tomar um banho e sai para jantar. Resolvi experimentar uma das comidas mais típicas da Tailândia, além do pad thai, que é o papaya salad, que veio acompanhado de frango e um molho. A-PI-MEN-TA-DIS-SI-MO!!!! Se você gostar de comida apimentada, BEM apimentada, este prato é uma boa pedida! haha.

Papaya Salad

Dia 03 – Day Trip para Chiang Rai

O terceiro dia foi inteiro destinado para um tour de um dia inteiro para até Chiang Rai, outra cidade bem famosa e importante da Tailândia. 

A agência passou me pegar no hostel às 7 horas da manhã e passamos por: MAE Khachan Hot Spring, o White Temple, a Long Neck Karen Village, o Golden Triangle e atravessamos de barco até uma ilha no Laos, onde funciona o Don Seo Market.

São tantos detalhes sobre esse passeio que farei um post contando tudo sobre esse day trip. Cheguei de volta no hostel às 19 horas e só sai para jantar e fui descansar para aproveitar o último dia em Chiang Mai.

White Temple Chiang Rai

Dia 04 – O principal templo de Chiang Mai

Eu tinha duas opções de passeios para fazer no último dia pela cidade: visitar algum dos diversos Santuários de Elefantes que ficam bem próximos da cidade ou, conhecer o principal templo da cidade.

Quando fui nas agências ver o preço do passeio até o Santuário dos Elefantes, o valor mais baixo que encontrei foi de 1.000THB (preço de outubro/ 2019). Achei um pouco caro e decidi ficar pela cidade mesmo.

Decidi então visitar o Doi Suthep, o principal templo da cidade, localizado no topo da montanha que leva o mesmo nome.

No centro antigo da cidade há diversos carros, que acomodam até 10 pessoas, e te levam até a entrada do templo e te trazem de volta. O preço do carro é 600THB, e quanto mais pessoas mais barato para cada um. Como eu estava sozinho esperei mais pessoas para dividir o valor. 

Logo que cheguei no Doi Suthep, uma escadaria gigante, são aproximadamente 300 degraus para chegar até o templo.

Doi Suthep

Depois de subir, paguei a entrada 30THB (preço de outubro/ 2019) e visitei as instalações do Templo. Este é o ponto mais alto de Chiang Mai e é possível avistar toda a cidade lá de cima. Aliás a vista lá de cima é bem bonita.

Doi Suthep

Uma dica é ir à tarde, e tentar pegar o por do sol lá de cima, dizem que é incrível. Depois de aproximadamente 1h30 conferindo o templo, voltamos para o centro da cidade e segui até o Maya Shopping, onde aproveitei para comer. Este foi o último ponto visitado na cidade. 

Maya Shopping

Além dos templos, Chiang Mai é bem famosa pelo Festival das Lanternas, também chamado de Yee Peng, que acontece anualmente, na noite de lua cheia do décimo segundo mês do calendário lunar tradicional tailandês (mês de novembro).

E para quem gosta de festas a dica é ir até o Zoe in Yellow, uma área com vários barzinhos e restaurantes. 

Onde se hospedar em Chiang Mai

A cidade de Chiang Mai possui diversas opções de hospedagens, para todos os tipos de pessoas e bolsos. Separei neste post algumas opções de hotéis, todas linkadas para o Booking, onde podemos ver mais informações e preços.

Hotéis 5 estrelas: Phra Singh Village, U Nimman Chiang Mai, Shangri-La Hotel, Bamboori Boutique Hotel e Stay – Nimman.

Opções de Hotéis 4 estrelas: The Wing Boutique Hotel, We Terminal Hotel, Eastin Tan Hotel Chiang Mai, The Chaya Resort e Spa e Aksara Heritage.

Hotéis 1, 2 e 3 estrelas: Hug Nimman Hotel, POR Thapae Gate, Thannatee Boutique Hotel, Your Space Phra Singh e The Wing Lanna Hotel

Hostels: Lemonap Hostel, Haus Hostel, Hostel Lullaby, The Entaneer Poshtel e The Pause Hostel.

Preciso de Visto para visitar Chiang Mai?

Brasileiros não precisam de visto para visitar Chiang Mai, se estiverem a passeio e forem ficar na Tailândia por até 90 dias. 

Preciso de Seguro Viagem?

Mais uma dica: Vai para a Chiang Mai? Não deixe de fazer o seguro viagem. A Ásia é responsável por um dos maiores acionamentos de seguro, geralmente por pessoas passando mal devido a alimentação. A Seguros Promo sempre tem ótimas promoções, e por esse link, tem desconto. 🙂

Planejando sua Viagem à Chiang Mai

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
CHIP DE INTERNET → Já saia do Brasil com chip de internet com a Viaje Conectado
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

Bom, essas são algumas dicas do que fazer em Chiang Mai. E você já conheceu ou quer conhecer o lugar? Curtiu? Compartilhe sua experiência conosco.

Hasta luego e até o próximo post.

Diego Arena

Diego

Veja os comentários

  • ahh que demais q vc foi pra chiang rai, eu queria muuuito ter ido, pq esse templo é uma loucura só! infelizmente tive pouco tempo e fiquei apenas em chiang mai msm

    • Chiang Rai é um bate e volta que vale super a pena! Você tem que ir um dia, ver o White Temple de perto é uma sensação única!

  • Ah que país rico, cada templo mais lindo que o anterior. Acho que o meu preferido é o White Temple Chiang Rai - é surreal. Quanto à comida, encarou a pimenta ou passou fome?

    • Encarei a pimenta haha, mas confesso que em vários pratos o que me salvou é ter um suco ou um refrigerante do lado, porque tinha uns pratos que mesmo que você falava: sem pimenta, vinha bemmm apimentado. Fiquei imaginando quem pedia com pimenta, devia sair fogo da boca hahaha. Mas, a culinária tailandesa é bem gostosa! Pad Thai então.... uma delícia, e... nada apimentado! =)

  • Bacana as dicas do que fazer em Chiang Mai. Eu fico sempre de olho nas fotos dos templos, uma mais linda que a outra. Eu ia gastar um tempão só fotografando, é tanto detalhe né?

    • Nossa, são muitos detalhes. São milhares de templos espalhados pela Tailândia e cada um é único, com um detalhe diferente, uma cor, uma escultura. Vale a pena ir entrando no máximo de templos que conferir! É uma surpresa atrás da outra!

  • Vários templos maravilhosos em Chiang Mai, hein? Não conheço muito da Ásia então gosto de posts assim com roteiros de x dias pq dá uma booooa noção de como organizar uma viagem pra lá! (só que agora vai ter que esperar rs rindo pra não chorar)

    • Nem me fala, o Corona acabou com diversos planos... Mas faz parte né... Aproveitar o tempo para fazer roteiros e ir anotando ainda mais lugares na lista dos desejos!

  • Eu sou uma apaixonada pela Tailandia. Fui pra lá a primeira vez em 2000, 20 anos atrás. Naquela viagem fiquei 5 dias em Chiang Mai e amei. Visitei todos estes templos, só não o templo branco nem o silver temple. Agora com este roteiro de 4 dias em Chiang Mai tu atiçou minha vontade de revisitar o norte da Tailandia.

    • Em 4 dias deu para aproveitar bastante Chiang Mai, e ainda consegui separar um dia todo para visitar o templo branco em Chiang Rai. Este é um bate e volta que vale super a pena se conseguir! É um dos templos mais bonitos que já visitei!

Compartilhe
Publicado por
Diego

Posts recentes

Conheça 7 Templos Budistas no Brasil

A religião budista tem se difundido bastante nos últimos anos no Brasil e, com isso,…

14/10/2021

6 Hotéis Próximos ao Aeroporto de Viracopos

Quando o voo é muito cedo, ou na madrugada, sempre temos receio de chegar em…

28/09/2021

Suzaku: Rodízio Japonês em São Paulo

O Suzaku é um dos melhores lugares quando o assunto é rodízio japonês na Vila Mariana ou…

27/09/2021

Hotéis em Porto de Galinhas – Pernambuco

A cidade de Porto de Galinhas possuí diversas de opções de hospedagem. Para todos os…

24/09/2021

Restaurantes Temáticos em São Paulo

Cada vez mais os restaurantes vem se tornando mais que um lugar para apenas uma…

15/09/2021

Cafeterias em Santo André: 10 para conhecer

As cafeterias vem se tornando mais que um simples local para tomar um espresso e…

27/08/2021