Valle Arco Íris no deserto do Atacama

O passeio ao Valle Arco Íris foi o último passeio que fiz no Atacama antes de prosseguir viagem até o Salar de Uyuni. Vem com a gente conferir?!

Este não é um passeio muito procurado. Geralmente, as pessoas que o fazem são as que já fizeram vários outros e ainda tem tempo, ou, tiveram um passeio cancelado, o que foi meu caso. Meu último dia no Atacama estava reservado para conhecer o Salar de Tara, mas este, foi fechado devido ao mal tempo nos últimos dias. 

Yerbas Buenas

Saí do hostel as 8 horas e antes das 9 horas da manhã já havia chegado na primeira parada do passeio: Yerbas Buenas. O local é especial por conter diversos petróglifos e figuras em baixo relevo nas pedras, todos feitos há centenas de anos atras. Uma lhama com duas cabeças, que simboliza a fertilidade, uma raposa, desenho de humanos e até um macaco estavam representados nas pedras.

O mais interessante, segundo o nosso guia, é a presença do macaco, já que no deserto não há esse tipo de animal. Segundo os estudos, isto pode ser graças as viagens que os incas faziam, enquanto expandiam seu território.

Outros pontos visitados em Yerbas Buenas são: La Cueva, um local que foi utilizado como refugio das caravanas com desenhos gravados datados de aproximadamente 1.400 aC; e El Muro, um mural com expressões artísticas de diversas épocas, como incas e atacamenhos. 

Yerbas Buenas Atacama
La Cueva

Valle Arco Íris

Depois de Yerbas Buenas seguimos até o Valle Arco Íris. Paramos em um local que lembra muito o filme 127 horas e as paisagens dos cânions americanos. Passamos por lugares bem estreitos, onde paramos para tirar várias fotos.

Ficamos aproximadamente 1 hora caminhando por uma trilha que passava por paisagens bem bonitas. Algumas pessoas comentaram que o local lembra muito as fotos de Marte que encontramos na internet. Pedras e rochas com várias tonalidades: brancas, avermelhadas, esverdeadas, um pouco alaranjadas, marrons e até transparentes. As cores mudam de acordo com a concentração de cada minério.

Trilha pelo Valle do Arco Íris
Trilha pelo Valle do Arco Íris

Mais algumas fotos do passeio:

Valle do Arco Íris
Valle do Arco Íris

Este passeio dura somente o período da manhã e um pouco antes do almoço já estávamos no centro da cidade de São Pedro.

Mapa do Valle Arco Íris:

Dicas importantes:

  • Levar água: em todos os passeios no deserto do Atacama é recomendado levar pelo menos 1 litro de água;
  • Passar protetor solar (em passeios onde é possível entrar nas lagoas, só é permitido entrar sem protetor solar no corpo, ou com 30 min a 1 hora antes);
  • Usar calçado confortável, com solado não escorregadio;
  • Levar uma blusa; 
  • Conferir o valor da entrada de cada passeio e levar o dinheiro em pesos chilenos.

Hotéis no Atacama – Onde se hospedar

Há diversas opções de hospedagem em São Pedro do Atacama. Para todos os tipos de pessoas e bolsos. Separei neste post algumas opções, desde hotéis 5 estrelas à hostels. Todas linkadas para o Booking, onde podemos ver mais informações e preços.

Geralmente

Hotéis 5 estrelas: Hotel Cumbres San Pedro de Atacama e o Explora Atacama.

Hotéis 1, 2 e 3 estrelas: Hotel Casa Algarrobo, Las Cornizas de Catarpe, Yakana Hotel, Hotel Tulor, Cabaña Media Luna e o Casa Macaw.

Hostels: Hostal Kirckir, Hostal Campo Base, Aji Verde Hostel San Pedro, Antaira Bed and Tours, Hostal Mamatierra e o La Casa del Pueblo Hostal.

Planejando sua Viagem

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

Bom, essas são algumas dicas do que fazer em São Pedro do Atacama. Vai para lá e quer mais dicas, não deixe de ver nossos posts: Valle de la Luna, Laguna Cejar, Tour Astronômico, Geisers del Tatio. E você já conheceu ou quer conhecer o Valle Arco Íris? Curtiu? Compartilhe sua experiencia conosco.

Hasta luego e até o próximo post.

Diego Arena

8 comentários em “Valle Arco Íris no deserto do Atacama

  • 27/08/2018 em 23:25
    Permalink

    Muito boas dicas. Estou doida pra ir pro Atacama é esse será um passeio que farei com certeza

    Resposta
  • 29/08/2018 em 09:12
    Permalink

    Uau, que lugar lindo! Amo essa semana paisagens desérticas. Adorei a dica desse passeio mais diferentão A minha vontade de ir pro Atacama aumenta exponencialemnte a cada dia ahahah

    Resposta
  • 29/08/2018 em 14:39
    Permalink

    Ler seu arquivo só me deu mais vontade de conhecer esse lugar… Atacama está na minha lista faz tempo… uma hora vai.

    Resposta
  • 13/09/2018 em 14:08
    Permalink

    O Atacama é impressionante, suas paisagens são bem únicas. Esse aspecto lunar é bem interessante. Estou ansiosa para fazer uma viagem para lá e com certeza suas dicas vão ser mt importantes na hora de montar o roteiro 🙂

    Resposta
  • 19/01/2020 em 01:30
    Permalink

    Estive no Deserto do Atacama em Agosto passado mas não conheci o Valle Arco Íris. Na verdade, são tantas opções de passeios que temos que acabar priorizando os que achamos mais interessantes. Adoraria ter conhecido Yerbas Buenas e os canions do Valle. Lendo seu post, acho que teria gostado mais desse passeio do que o Vale de la Luna, que não me agradou muito. Seu post me deu mais vontade de retornar ao Atacama.

    Resposta
    • 19/01/2020 em 14:37
      Permalink

      Porque não curtiu o Valle de La Luna? Há muitos passeios né? Eu mesmo não fiz vários, por conta do mal tempo. O Atacama está na minha lista de lugares para voltar, para fazer os outros passeios. 🙂

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.