/Roteiro de 5 dias no Atacama
Lagunas Altiplânicas

Roteiro de 5 dias no Atacama

Montar um roteiro no Atacama, com a grande quantidade de passeios que podemos fazer é uma missão um tanto difícil. Após pesquisar bastante escolhi 6 passeios passando por várias lagoas e paisagens incríveis. Vem com a gente conferir nosso roteiro de 5 dias no deserto do Atacama?!

5 dias no Deserto do Atacama

Dia 01 – Deslocamento até São Pedro de Atacama

O primeiro dia de viagem foi praticamente todo de deslocamento. Cheguei na cidade de São Pedro do Atacama aproximadamente 17 horas. Deixei as coisas no hostel e fui dar uma volta pela cidade para reconhecimento. É na Calle Caracoles, a principal rua da cidade, que ficam a grande maioria das agências que vendem os passeios. Já comecei ali mesmo a pesquisar os preços, que variam muito de uma para a outra. Após a escolha da agência e fechar os passeios, aproveitei para trocar dinheiro e fui jantar. No dia seguinte já começariam os passeios :D. 

Dia 02 – São Pedro e Laguna Cejar

O primeiro tour da viagem aconteceu somente na parte da tarde. Aproveitei a parte da manhã para conhecer a cidade: a Calle Caracoles, a Igreja São Pedro do Atacama, a Praça Central, o Museu do Meteorito (as visitas ao Museu acontecem todos os dias e são guiadas, para saber mais sobre o museu recomendo o post do Vamos por Aí) e a Feirinha de Artesanato local (este é o lugar ideal para comprar souvenires e também uma touca e luvas para se proteger do frio).

Igreja de São Pedro do Atacama
Igreja de São Pedro do Atacama

Após o almoço, fui à agência. É de lá que sairia a van para o primeiro passeio pelo deserto do Atacama. O tour do dia era para a Laguna Cejar, um lugar lindo, onde é possível entrar em uma das lagoas e nadar. A concentração de sal nesta lagoa é tão grande que é impossível afundar. Bem interessante. Durante o passeio também passamos pelos Ojos del Salar e terminamos o passeio, tomando um pisco sour e admirando o por do sol na Laguna Tebinquiche

laguna tebinquiche
Laguna Tebinquiche

Dia 03 – Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas e Tour Astronômico

Este era o dia mais aguardado da viagem. Desde que comecei a pesquisar quais tours queria fazer no deserto do Atacama, Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas, estavam sempre na lista como indispensáveis e imperdíveis. 

Este passeio acontece durante o dia todo, passando por lugares incríveis. Laguna Chaxa, Laguna Tuyajto, o Mirante de Piedras Rojas, as Lagunas Altiplânicas: Miscanti e Miñiques, o Vilarejo de Socaire, a placa do Trópico de Capricórnio e o Vilarejo de Toconao.

Caso não saibam, é bom ressaltar que Piedras Rojas está fechada, por tempo indeterminado, e talvez não volte a abrir nunca mais, graças a um brasileiro que resolveu praticar kitesurf nas lagoas, para um programa de TV do Canal Off. A comunidade indígena local fechou todos os acessos possíveis liberando somente, após alguns meses do ocorrido, a visita ao mirante.

Este tour dura o dia todo, saindo 5 horas da manhã e voltando por volta das 16 horas. Já em São Pedro aproveitei o final da tarde para descansar um pouco porque havia marcado para as 22 horas o Tour Astronômico (que foi agendado com bastante antecedência).

Fazia muito frio. O passeio astronômico é dividido em três partes. A 1ª parte é destinada à observação de estrelas, planetas, luas e constelações à olho nu. A 2ª parte é destinada à observação dos astros pelos diversos telescópios espalhados pelo local. A 3ª e última parte é numa parte coberta, onde o guia tira todas as nossas dúvidas e conversamos mais um pouco tomando um chocolate bem quente. Uma verdadeira aula.

Tour Astronômico
Lua

Dia 04 – Geisers del Tátio e Valle de La Luna

Depois de voltar bem tarde no dia anterior, o 4º dia no Atacama começou bem cedo. Às 4 horas da manhã a van nos pegou no hostel para o passeio mais frio da viagem. Chegamos nos Geisers del Tátio e quando saímos da van… muito frio…  muito mesmo. Estava -17ºC com sensação de -22ºC. Mas a baixa temperatura não nos impediu de passear por entre o caminho demarcado no parque e conferir o quão incrível o lugar fica tomado por fumaças, e às vezes sem nenhuma. 

Para os corajosos, há no campo, uma lagoa com água termal para se banhar. Teria coragem de tirar todas as blusas e se banhar na água quentinha e sair no frio depois? Eu não tive!

Neste passeio também conhecemos o Vado Putana, um vale onde antigamente funcionavam os dormitórios de uma antiga mineradora, e o Vilarejo de Machuca, um lugar famoso por vender espetinho de carne de lhama. Eu não tive coragem de experimentar haha.

Geisers del Tatio
Geisers del Tatio

À tarde, fomos à um dos passeios mais tradicionais do deserto: o Valle de La Luna. Geralmente este é o primeiro tour que fazemos quando chegamos ao Atacama, mas como eu fechei um pacote, tive que seguir a disponibilidade da agência.

O Valle é lindo. Enquanto você caminha da até para se sentir como se estivesse na Lua, mesmo observando ela no céu. Neste passeio, passamos pelo Anfiteatro, o monumento das Três Marias e a Caverna. Após isso, seguimos até o Valle del Coyote, um dos lugares mais disputados do deserto para conferir o por do sol.

Pedra del Coyote
Por do sol na Pedra del Coyote

Dia 05 – Valle Arco-Íris

Meu último dia no deserto estava reservado para conhecer o Salar de Tara, mas devido ao mal tempo dos últimos dias, os acessos ao Salar foram fechados e todos os tours cancelados. Com isso, para não ficar o último dia sem fazer nenhum tour, decidi conhecer o Valle Arco-Íris.

No passeio ao Valle do Arco-Íris, passamos antes por um lugar chamado Yerbas Buenas, onde pudemos ver diversos petróglifos nas pedras, além de desenhos em baixo relevo, todos datados de centenas e milhares de anos atrás. Após, seguimos até o Valle, onde fizemos uma trilha, de aproximadamente uma hora, conferindo a tonalidade das montanhas e pedras, que mudam de acordo com a concentração de minérios. 

Voltei para São Pedro e só me restava arrumar as malas e descansar. No dia seguinte fui para o tour de 4 dias (ida e volta) até o Salar de Uyuni, na Bolívia. Mas este passeio merece um post único. Em breve conto como foi ;).

Dicas para os passeios

  • Levar água: em todos os passeios no deserto do Atacama é recomendado levar pelo menos 1 litro de água;
  • Passar protetor solar (em passeios onde é possível entrar nas lagoas, como a Laguna Cejar, só é permitido entrar sem protetor solar no corpo, ou com 30 min a 1 hora antes);
  • Em passeios que é possível entrar nas lagoas levar roupa de banho;
  • Usar calçado confortável, com solado não escorregadio, em todos os passeios. Não é recomendável fazer de chinelos ou sandálias;
  • Levar sempre blusa. Ao nascer do sol e quando o sol se poe a temperatura diminui consideravelmente;
  • Conferir o valor da entrada de cada passeio e levar o dinheiro em pesos chilenos.

Planejando sua Viagem

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
ALUGUEL DE CARRO → Alugue um carro com a Rentcars
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

Bom, essas são algumas dicas de Roteiro de 5 dias no Atacama. Vai para lá e quer mais dicas? Não deixem de conferir nossos posts sobre o deserto. E você já conheceu ou quer conhecer o lugar? Curtiu? Compartilhe sua experiencia conosco.

Hasta luego e até o próximo post.

Diego Arena