/O mais novo centro cultural na Avenida Paulista: Instituto Moreira Salles (IMS)

O mais novo centro cultural na Avenida Paulista: Instituto Moreira Salles (IMS)

Foi inaugurado dia 20 de Setembro de 2017 o mais novo centro cultural de São Paulo: o Instituto Moreira Salles (IMS). O edifício, de 7 pavimentos, foi resultado de um concurso de arquitetura que teve como ganhador o projeto do escritório Andrade Morettin. O prédio está lindo e com exposições bem interessantes. Vem com a gente conferir?

O Instituto Moreira Salles (IMS):

Andando pela Avenida Paulista, entre as ruas Consolação e Bela Cintra, você encontra o mais novo Centro Cultural da cidade de São Paulo: o Instituto Moreira Salles. Com sua fachada em vidro translúcido, já se tornou um marco na avenida. Projetado pelo escritório Andrade Morettin, vencedor do concurso de Arquitetura onde participaram outros cinco escritórios o centro cultural tem a fotografia como protagonista.

Ao andar pela Paulista não conseguimos identificar o limite entre a calçada e o acesso ao edifício. É a calçada se estendendo até o interior do lote. Assim somos convidados a adentrar e nos deparamos com uma escada rolante, como se tivéssemos subido a escada do metrô e tivesse mais uma para subir. Ao subir chegamos ao térreo do IMS. Sim, este é um dos grandes diferenciais deste edifício. O térreo foi elevado à 15 metros de altura, da base ao centro do edifício. A proposta foi mostrar ao visitante uma sensação diferente, onde vemos a avenida de um outro ângulo e criando uma nova experiência.

Fachada do Instituto Moreira Salles

É a partir deste pavimento que nos deslocamos e podemos conhecer todo o Instituto. No térreo funciona um café/restaurante e uma lojinha. Nos 3 andares acima dele ficam as áreas destinados à exposições, e um andar abaixo um cinema/auditório, e uma biblioteca totalmente destinada à questões de fotografia, além de um espaço para exposições de recortes e seleções temáticas do acervoEstá linda!

Vista do térreo para a Avenida Paulista:

Vista do térreo para a Avenida Paulista

Mais informações sobre o projeto de arquitetura: aqui.

Exposições:

Para a inauguração do Instituto foram montadas 5 exposições. O grande destaque é a “Os americanos + Os livros e os filmes“, de Robert Frank. Com uma série de 83 fotografias resultantes de uma jornada feita pelo Robert na década de 1950 pelos Estados Unidos.

A exposição “Corpo a corpo“, de Bárbara Wagner, Garapa, Jonathas de Andrade, Letícia Ramos, Mídia Ninja, Sofia Borges, nos mostra diversas imagens sobre conflitos e movimentos sociais no Brasil, tanto no cenário individual quanto coletivo. As imagens de sorrisos e abraços são interligadas e presas por uma única corda. Também vemos cenas de manifestações gravadas ao vivo.

Exposição Corpo a Corpo – Instituto Moreira Salles

Outra mostra bem legal é a “The Clock” (O relógio) de Christian Marclay, um filme com 24 horas de duração. Isso mesmo 24 horas. Você pode ficar o quanto tempo quiser e o mais legal é que o filme estava se passando na mesma hora que o espectador assiste. Durante o filme várias vezes aparece cenas com relógio, o grande protagonista, e sempre é exatamente a mesma hora na “vida real”. Muito interessante.

The Clock

Além dessas, podemos ver também: São Paulo: Três Ensaios visuais e a Cãmera Aberta, de Michal Wesely. Detalhes destas não vou contar, para deixar um suspense e te deixar com vontade de visitar o IMS.

Como chegar ao IMS:

O IMS está localizado na Avenida Paulista 2424, de fácil acesso. A melhor maneira de chegar é ir de metrô, descendo na estação Consolação da Linha 2 Verde. Caso for de ônibus há a possibilidade de descer bem em frente, na Parada do Ciclista. Caso queira aproveitar a ciclovia que passa por toda a Paulista, logo na entrada do Instituto há um bicicletário onde você pode deixar sua bike durante sua visitação.

Horário de Funcionamento:

De terça a domingo, das 10h às 20h
Quinta, das 10 às 22h
Feriados (exceto segunda), das 10h às 20h

Biblioteca de Fotografia
De terça a sexta, das 10h às 20h.
Sábados e feriados (exceto segunda), das 10h às 18h

Bom, essa é mais uma dica de passeio e exposição em São Paulo. E você já esteve por lá? Curtiu? Compartilhe sua experiência conosco.

Até o próximo post.
Diego Arena