Farol da Barra – Dica de Salvador

O Farol da Barra, ou Forte de Santo Antônio da Barra, foi o primeiro forte edificado pelos portugueses no país e hoje é um dos principais cartões postais de Salvador, abrigando em seu interior o Museu Náutico da Bahia. E aí, vamos conhecer?

Um pouco da história do Farol da Barra:

O Farol da Barra foi o primeiro forte edificado pelos portugueses no país. Foi construído no mesmo local onde em 1501 os portugueses colocaram um marco falando que as terras pertenciam à Coroa Portuguesa. A construção só começou em 1534 como uma trincheira e 3 canhões. Em 1696, foi reformado e ganhou a forma irregular de uma estrela, e passou a abrigar os quartéis, camarotes e uma antiga prisão. Depois começou a ser construído o Farol, como conhecemos hoje. 

farol da barra
Farol da Barra

Somente em 1996 o Farol da Barra recebeu as salas e galerias e foi aberto ao público como Museu Náutico da Bahia.

farol da barra
Farol da Barra

O Museu:

O acervo do Museu Náutico é dividido em salas, separadas por temas: achados náuticos, coleção de miniaturas, instrumentos náuticos e réplicas de embarcações. Como nunca tinha entrado em um museu com essa temática, achei bem interessante. 

Nele podemos ver réplicas das Naus portuguesas e Caravelas, que chegaram aqui na época do descobrimento. Há também miniaturas de embarcações dentro de garrafas, desde a Esquadra de Cabral até os mais recentes navios que foram importantes na história do Brasil.

Uma das salas mais legais, na minha opinião, é a Cartográfica. Nesta sala podemos ver diversos objetos, como: Capacete de Escafandro feito em bronze e vidro, um Sextante que é um objeto para medir a altura dos astros e ângulos horizontais, aparelhos lenticulares utilizados em faróis, uma Navisfera que é um instrumento utilizado para solução de problemas de navegação etc. 

O Farol:

Depois de conhecer o Museu podemos subir os 82 degraus, em uma escada helicoidal (caracol), e chegar ao topo do Farol. Durante a subida há vários cartazes falando a importância dos faróis, sobre o trabalho da marinha do Brasil etc. Todos colocados em pontos estratégicos para que a subida ao topo seja mais fácil. No topo podemos ver o maquinário da lente do farol, um presente dos Franceses.

Geralmente
farol da barra
Lente do Farol

Já no topo, temos uma vista de 360 graus da Barra e do Oceano Atlântico. Uma vista de tirar o fôlego! Não deixe de subir! Este é o ponto mais interessante da visita e você pode ficar lá em cima admirando a paisagem o tempo que quiser. 

O Farol da Barra é também um dos melhores pontos da cidade para se apreciar o por do sol. Há um gramado em sua volta, do lado de fora e quando fui, havia diversas pessoas sentadas admirando e cantando enquanto o sol se punha. Uma “vibe” ótima para terminar seu dia. 

farol da barra
Por do Sol do Farol

Não sabe onde se hospedar em Salvador? Dê uma olhada nos hotéis mais reservados pelo Booking.

O entorno:

Ao lado do forte esta a Praia do Farol da Barra, uma ótima pedida antes ou depois de conhecer o museu.

Horário de Funcionamento e localização:

O Farol e Museu funcionam de Terça a Domingo das 9h às 18h. Nos meses de Janeiro e Julho funciona diariamente.  

Os Ingressos custam R$15,00 (inteira) e R$7,50 (meia).

Planejando sua Viagem

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
ALUGUEL DE CARRO → Alugue um carro com a Rentcars
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

Bom, essa é mais uma dica de passeio em Salvador. E você já esteve por lá? Curtiu? Compartilhe sua experiência conosco.

Até o próximo post.
Diego Arena

 

 

19 comentários em “Farol da Barra – Dica de Salvador

  • 02/10/2017 em 12:26
    Permalink

    Em minha viagem à Salvador fiquei hospedado bem próximo ao Farol da Barra, um belo lugar. Além do farol e as praias, nos finais de tarde, o local é bem movimentado, as pessoas saem para caminhar e praticar exercícios.

    Resposta
  • 02/10/2017 em 18:48
    Permalink

    Salvador é uma das capitais que mais temos vontade de conhecer. Riquíssima culturalmente e historicamente falando a cidade é um sonho para nós! Quando chegar a hora, já estaremos bem informados sobre um de seus maiores atrativos.

    Resposta
  • 02/10/2017 em 20:53
    Permalink

    Esse forte é igual a dezenas de outros onde já entrei, em Portugal, Angola e Cabo Verde. Eram construídos com uma função específica, então eram todos iguais. Mas continuam fortes, testemunhas da história. Foi boa ideia transformar a estrutura em museu. Não acha o capacete de escafandro maravilhoso? Aposto que assustava muita gente, quando foi inventado, haha
    Abraço

    Resposta
  • 03/10/2017 em 16:56
    Permalink

    Que saudosismo lendo esse post!
    Dia desses estava vendo as fotos das viagens antigas e vi uma do Farol.
    Visitei tudinho e vi o pôr do sol no horizonte. No dia ventava bastante, o que foi muito bom já que Salvador é um calor infernal! haha
    Belo post!

    Resposta
  • 03/10/2017 em 21:33
    Permalink

    De fato o Farol da Barra é um dos cartões postais de Salvador e testemunha de um tempo. O por do sol ali é mesmo muito bonito e a vibração é ótima. Isso sem contar que o carnaval neste circuito começa bem aí né?! O museu é muito bacana! 🙂

    Resposta
  • 06/10/2017 em 19:00
    Permalink

    O por do sol nesse farol e inesquecível, um dos lugares que mais amo em Salvador.
    Obrigada pelo post pois apesar de amar esse lugar nunca tinha visto ele por dentro, na próxima ida a Salvador vou fazer isso.

    Resposta
  • 07/10/2017 em 14:53
    Permalink

    Bom! Se tem algo que eu tenho muita vontade de presenciar é o por do sol neste lugar. A paisagem realmente parece ser surreal!
    Ainda não conheço salvador, mas, quando tiver essa oportunidade, certamente visitarei o farol da barra!

    Abçs

    Resposta
  • 07/10/2017 em 17:07
    Permalink

    O Farol da Barra é um verdadeiro cartão postal de Salvador mesmo. A vista é linda e merece ser divulgado para que as pessoas apreciem também.

    Resposta
  • 08/10/2017 em 01:19
    Permalink

    Gostei de conhecer um pouquinho sobre este forte. Nunca estive em Salvador, apesar da vontade de conhecer a cidade e gostei bastante da ideia que tiveram de abrir ali um museu náutico! Dica anotada!

    Resposta
  • 08/10/2017 em 17:38
    Permalink

    É uma das grandes heranças da cultura portuguesa a construção de fortalezas junto à linha maritima. Eu pessoalmente adoro este tipo de estruturas e já visitei bastantes. No entanto tenho que juntar este À minha lista, mas só quando fizer uma viagem ao Brasil. Abraço

    Resposta
  • 09/10/2017 em 14:03
    Permalink

    mas a pergunta ainda fica: como diabos colocam os navios dentro das garrafas?? eles controem fora e ai puxam a vela ou colam depois com uma pinça:??

    Resposta
    • 12/10/2017 em 22:28
      Permalink

      Eu vi um monitor explicando lá. Todos os barcos são feitos direto dentro da garrafa, com pinça. Imagina o trabalhão.

      Resposta
  • 09/10/2017 em 15:28
    Permalink

    Nossa essa dica de passeio em Salvador veio super na hora pois estamos montando o nosso roteiro para o ano que vem conhecer a terra do acarajé. ja favoritei.

    Resposta
  • Pingback: O que fazer em Salvador - Bahia - Uma Viagem Diferente

  • Pingback: Grand Palladium Imbassaí - Uma Viagem Diferente

  • Pingback: 15 Cidades Históricas do Brasil para Conhecer - Uma Viagem Diferente

  • 07/10/2020 em 11:27
    Permalink

    Sou de Salvador e amei saber mais informações sobre o Farol da Barra. Incrível com a nossa história é rica. Parabéns pelo post.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.