/Cartagena, Colômbia

Cartagena, Colômbia

Cartagena de Índias, juntamente com Bogotá, Medellín e Barranquilla são as cidades mais procuradas para quem vai a Colômbia. Arquitetura colonial somada a cores exuberantes e belas praias caribenhas tornam Cartagena uma cidade fascinante. Esqueça todos os estereótipos de cidade violenta, domínio das Farc, ou povo mal educado e deixe a cidade te surpreender. Quer conhecer mais sobre essa cidade histórica? Então embarque com a gente neste post.

Algumas dicas para saber antes de viajar para Cartagena.

– Não há voos diretos para Cartagena. Para chegar lá, seu voo terá conexão em Bogotá ou Panamá. Lembre-se da carteira internacional de vacinação contra febre amarela, há divergências neste ponto: alguns dizem que pedem no aeroporto, outros não. Na dúvida, não corri o risco e nem me pediram.

– Cartagena possui alguns distritos, porém os mais famosos são Ciudad Amurallada (onde é o principal local de turismo, compras, entretenimento e arquitetura histórica). Bocagrande, próximo a Ciudad Amurrallada, é luxuosa, repleta de prédios gigantes de frente para a praia e comércio intenso, mas há necessidade de táxis para a locomoção. Prefira ficar no primeiro, já que é possível fazer tudo a pé, lembrando que há presença constante de policiais para sua segurança.

Universidad_Cartagena.JPG
Universidad Cartagena

– Cidade turística é sinônimo de vendedores ambulantes te abordando a cada 5 minutos. Aprenda a repetir o ”No, gracias.” que você irá tirar a viagem de letra.

– Muito calor, com a proximidade da Linha do Equador, a cidade possui média de 30ºC durante o dia e 25ºC a noite. Ou seja, prepare o protetor solar e muitas trocas de roupas pois andar pelo quarteirão já te deixará suado.

– Dinheiro. Cartagena em si não é uma cidade cara, porém isso varia de acordo com suas necessidades. Por exemplo, há jantares em restaurantes requintados que podem sair 200.000 COP (pesos colombianos) para duas pessoas, mas se você prefere algo mais em conta, consegue encontrar restaurantes na média dos 30.000 COP (mais gorjeta/propina).

A saber, durante o período em que estive, 1 real = 720 COP. Esse câmbio consegui nas ruas dentro da Ciudad Amurallada. Aqui no Brasil, faça uma pesquisa antes de comprar pois há lugares vendendo a moeda a inacreditáveis 500 COP.

NEGOCIE TUDO. As coisas sempre ficam mais baratas. Taxis não possuem taxímetro, é na base da conversa mesmo. Seja cordial e economize o máximo de pesos que puder.

Tudo preparado? Vamos conhecer a cidade em que passei 5 dias incríveis.

 Ciudad Amurallada

Gosta de história e se interessa pela cultura local? Cartagena é um grande mistério a ser desvendado em cada esquina, sua arquitetura histórica e colonial é um prato cheio para quem busca se perder nas tradições de um povo. Casarões seculares com sacadas floridas enchem os olhos do turista e da paisagem local. As ruas estreitas e as praças da cidade o transportam para o período colonial, em que você simplesmente pode esperar o tempo passar, contemplando o estilo de vida dos cartageneros. A cidade originalmente era um grande forte militar, e hoje é possível caminhar por entre as pedras e pelos muros que a protegem.

A Torre del Reloj é a entrada da Ciudad Amurallada. Imponente, é possível vê-la de muitos pontos da cidade. Destaque para ao anoitecer, é quando as luzes se acendem e o contraste de cores fica ainda mais interessante.

Casas de câmbio geralmente ficam nas Calles Carretas, 1ª del Badillo, 2ª del Badillo.

Há muitas igrejas e museus dentro da Ciudad Amurallada. Prepare-se para desembolsar cerca de 15.000 COP para as entradas. Vale a pena passear pela Iglesia y Plaza San Pedro Claver, Museo Del Oro, Museo Simón Bolivar, Catedral de Cartagena, Convento Santo Domingo, Teatro Heredia. Lá vocês podem conhecer mais sobre a história Cartagenera.

Iglesia y Plaza San Pedro Claver
Iglesia y Plaza San Pedro Claver

Se perca na Ciudad Amurallada, em cada esquina, em cada quarteirão. Você vai realmente se encantar. O contraste entre casas históricas e lojas cobiçadas ocupando o mesmo espaço é bem instigante. Há passeios com cavalos e cocheiros que agregam mais charme nesta cidade, levando as pessoas por um city tour em charretes (eu particularmente tenho pena dos animais, mas é questão cultural e econômica para os colombianos).

Parada obrigatória na Ciudad Amurallada: CAFÉ DEL MAR.

Vá ao entardecer. Este café/restaurante/bar fica em cima dos muros de Cartagena. É perfeito para ver o pôr-do-Sol e tomar algum drink com o mar do Caribe ao fundo (o instagram agradece já que muitas fotos são tiradas ali :D). Mesas repletas de turistas tornam o ambiente disputado e agradável. Mas o bar não é barato assim, um drink equivale na média 25.000 COP, cerveja 10.000 COP e porções 40.000 COP. Se vista com uma das melhores roupas pois é bem legal fotografar neste local.

E fora da Ciudad Amurallada?

Castillo San Felipe de Barajas

É a mais antiga construção espanhola em continente americano, o objetivo era a prevenção de ataques externos. Com mais de 40 metros de altura, é um local gigante a ser explorado (sua entrada é de 17.000 COP). Você pode contratar um guia por um valor a parte ou simplesmente desvendar cada ponto sozinho.

Castillo_San_Fellipe.JPG
Castillo San Fellipe

Eu, metido a aventureiro nas horas vagas, escolhi a segunda opção, e não me arrependi. A vista da cidade que você tem é espetacular, porém o destaque vai para as galerias subterrâneas. Não vá se você é claustrofóbico, ou assiste filmes de terror porque a sensação é de um ataque inimigo a qualquer hora. Essas câmaras formam um labirinto (com sinalização é claro), dando ideia do que os coloniais encontravam por ali. É bem bonito a noite, mas a visitação só vai até às 17h.

Para chegar lá você pode ir a pé a partir da Ciudad Amurallada (demorei uns 25/30 min) ou negociar um taxi.

 Cerro La Popa

Chamado de Convento Santa Cruz de la Popa, é o local mais alto de Cartagena. Infelizmente por causa do tempo, não fui para lá. É distante da Ciudad Amurallada e por isso utilize um taxi. Lá você encontra uma igreja dedicada a Virgen de La Candelaria. Graças ao mirante, você pode ver toda Cartagena, desde a parte histórica até Bocagrande.

Praias

O tópico que eu mais aguardava, pois era o que eu buscava em Cartagena. De antemão saiba que as praias urbanas não são tão bonitas, a areia é preta e água escura. Calma, não se decepcione pois tudo tem salvação. Você estará na porta do Caribe, e tem opções para ir a praias que você vê na televisão.

Playa_Blanca3.JPG
Playa Branca

Para isso, você deve ir para Isla del Rosario, ou Playa Blanca (Isla del Baru). Lá você encontrará água verde, transparente que vai ficando azul ao fundo. A visão é excepcional e vale cada segundo. A maré é bem tranquila para passar o dia inteiro sem problemas.

O problema são os ambulantes que te abordam a cada piscar de olhos. Apenas compreenda que é a única forma que eles possuem para sobreviver é o turismo.

”Paulo, e para chegar é difícil?” Não é, Playa Blanca por exemplo, está localizada há 50min / 1h da Ciudad Amurallada e você pode ir de barco que sai do Muele, um pier perto da Torre del Reloj, mas para isso você deve chegar cedo (lá pelas 8:00/8:30), enfrentar centenas de turistas e negociar com os donos do barco. O preço varia de 50.000 a 70.000 COP e não esqueça da taxa de embarque de 13.000 COP que dão direito a ida e volta. Alguns tours incluem o almoço na Playa Blanca, o que vale mais a pena. A volta geralmente é durante a tarde, às 16:00h mais ou menos.

Ou você pode ir de transporte terrestre (Van que custa 50.000 COP ida e volta), basta contatar mais informações no hostel/hotel que você está hospedado pois certamente eles possuem empresas credenciadas. O destaque fica pelo prato de lagosta, voltaria apenas para comer esse fruto do mar.

Passe bastante protetor e se divirta bastante nessas praias. 😀

Volcan del lodo el Totumo

Vou te dizer que foi uma verdadeira experiência antropológica esse vulcão. Se tiver nojo, recomendo não fazer este tour e passe para o próximo tópico :P.

O passeio custa 60.000 COP com almoço incluso. O vulcão fica num vilarejo vizinho e é de lama que dizem ter propriedades medicinais, fazendo bem para a pele e para os cabelos. Você literalmente fica enlamaçado e não consegue afundar graças a densidade da lama. Ao sair, tem a sensação que vai parecer um concreto ambulante.

O lance de gorjetas/propinas ficam muito evidente por aqui, pois tudo é cobrado, afinal é o que os moradores dessa comunidade pobre próxima a Cartagena fazem para sobreviver. Somando tudo, dá 10.000 COP de gorjeta.

Dica: não vá de chinelo, pois eles cobrarão para olhá-lo. Deixe no locker.

Quando você entra no vulcão, há vários homens nativos no local para lhe fazer uma massagem relaxante. Na minha visão é extremamente desconfortável pois eles passam a mão entre a coxas, peitoral, barriga (para as mulheres o desconforto é maior e muito nítido). Peça para não fazerem, ou se desejar, vá em frente. Valor de 3.000/4.000 COP.

Volcan
Volcan

Não é permitido fotografar, mas se você quiser, deve dar sua câmera para um nativo que irá fotografá-lo no vulcão. E claramente vão te cobrar por isso. Valor de 3.000/4.000 COP.

Ao sair, você vai andar para uma área onde as senhoras retirarão sua lama com baldes de água (que por sinal, é tão sujo quanto a lama, repleto de mato, folhas, pedrinhas). Não há como escapar, essa é a única parte que você realmente deve pagar. No fim do passeio, você ainda encontra uma duchinha para retirar o que sobrou de lama no corpo. Valor: 4.000 COP.

Como eu disse, esse passeio é para quem não tem nojo de se aventurar. Com certeza você criará anticorpos nesta expedição, rs. Apesar das gorjetas terem me incomodado bastante, eu gostei deste tour e certamente tenho muitas histórias para contar sobre ele.

Vida Noturna

Quando eu disse que iria para Cartagena, muitos falaram: ”Essa cidade é para quem está namorando, ou casais, que raios você vai ver lá?”. Esqueça as frases feitas, essa cidade é cosmopolita, com ares contemporâneos contrastando ao estilo colonial. Há sim opções para jovens, solteiros, casais e pessoas mais velhas.

Ciudad_Amurallada6.JPG
Ciudad Amurallada

Havia o Festival Internacional de Cinema de Cartagena, em que eram exibidos filmes em praças da cidade, ótimo programa para quem busca sossego. Não é preciso citar os restaurantes badalados na hora do jantar, bem como os bares e passeios em charretes.

2 locais para quem curte agitação: Club Havana e Eivissa Lounge.

Válido para os dois: a entrada é barata (15.000 COP em média), mas a bebida é cara (10.000 COP). Dica de brasileiro: faça um esquenta antes, geralmente você encontra nos ambulantes cerveja por 3.000 COP. Consegui 4 por 10.000 COP. Lembra da cordialidade e carisma? Aqui é a hora de usar para economizar.

O Club Havana é a parada ideal para os amantes da salsa. Com apresentações ao vivo, você basicamente entra dentro de um clube cubano. Vibe latina, mas prepare para não se movimentar muito pois o local é lotado de turistas e habitantes locais. Tendo um pouco de sorte, você consegue se mexer e soltar o Bailarino de Salsa da Célia Cruz que tem dentro de você.

vida_noturna
Vida Noturna

Eivissa Lounge é o local mais adorado pelos jovens e turistas. Localizada próximo a Torre del Reloj, fica no terraço de um prédio. Dançarinos e pirofagia chamam atenção dos frequentadores, sem contar que você pode ter uma visão privilegiada do amanhecer de Cartagena no topo. Não espere músicas tradicionais, o que toca lá é aquilo que você ouve nas baladas brasileiras. Vale a pena conhecer.

O que comer em Cartagena?

O prato típico Cartagenero é o pescado. Geralmente eles o servem com ensalada, arroz con leche de coco y patacones (uma espécie de banana frita que mais lembra uma berinjela empanada), são temperos e sabores bem regionais, diferente do que estamos acostumados no Brasil. Relembrando, um prato desse custa em média 25.000 COP. Há opções de frango e carne também.

Se você quer algo mais regional ainda, escolha a Bandeja Paisa, que é a mistura de arroz, feijão, farofa, ovo, torresmo, arepas e por fim, linguiça (ufa, eno e epocler acompanha? hahaha). Realmente é um prato para quem gosta de ”sustância”.

 Lemonada de Coco: Uma bebida refrescante. É um frapé de limão e côco, vai muito bem com o calor da cidade. Custa cerca de 8.000 COP.

Ceviche: Não é a especialidade colombiana, mas há o restaurante emblemático “La Cevicheria”, bastante conhecido na cidade. Aparecendo em diversos canais culinários, vale a pena visitar. O preço é tão salgado/amargo quanto o molho que acompanha os frutos do mar: 50.000 COP. Chegue cedo pois é um local charmoso extremamente disputado.

la_cevicheria3.jpg
La Cevicheria

Arepas: Vir para a Colômbia e não comer arepas significa não ter vindo para este país. Essa iguaria é uma massa frita recheada com ovos e carne. Você a encontra facilmente nos ambulantes espalhados pela cidade no módico valor de 2.000 COP.

Comida.JPGQuer economizar? Tem opções de pizzarias, sanduicherias, e subway que são mais em conta. Vá com fome e bom apetite.

É isso pessoal, essa foi minha experiência de 5 dias em solo colombiano. Voltarei ainda para esse país que me recebeu tão bem e de forma tão segura.

E você, ficou com vontade de ir? Faça as malas e depois volte para compartilhar sua experiência conosco. 🙂

Até a próxima viagem.

Paulo Takiuti