Roteiro de 20 dias pela Índia

[POST POR UMA VIAJANTE DIFERENTE]  Demorei um pouco mais do esperado pra escrever a segunda parte da minha aventura, mas aí vai… Nesta parte vou relatar as cidades por onde passei e as coisas interessantes para se fazer. Depois do post: Tudo o que você precisa saber antes de viajar para a Índia, vamos para o Roteiro de 20 dias pela Índia. Vem com a gente?  20 dias pela Índia

Roteiro de 20 dias pela Índia:

Mumbai

3 noites. Uma cidade imensa, muita coisa interessante pra conhecer: terminal de trem Chhatrapati Shivaji (Victoria Terminus), Dhobi Ghat (lavanderia municipal a céu aberto), Crawford Market (me lembrou muito o Mercado Municipal de São Paulo), Haji Ali – uma mesquita praticamente no mar, Museu do Gandhi (a casa onde o Mahatma Gandhi morou), Gateway of Índia, Taj Mahal Hotel (que foi atacado por terroristas em 2008), Bollywood, uma caminhada pela Marine Drive, área conhecida como “Colar da Rainha” e Chowpatty Beach só pra citar algumas…

Victoria TerminusVictoria Terminus

Goa

2 noites. O menor Estado da Índia, colonizado pelos portugueses. Muito legal ver os nomes das ruas em português e também a influência na arquitetura das casas e igrejas. Praias muito bonitas e um ponto turístico imperdível é a Basílica de Bom Jesus onde ficam os restos mortais do padroeiro São Francisco Xavier.

A capital do Estado é Panjim (também conhecida como Panaji), vale a pena passar uma tarde explorando e tirando muitas fotos! E claro, as praias! São mais de 25 praias e todas tem seu próprio charme. As do Norte são mais movimentadas e as do Sul mais calmas e reclusas. Algumas das mais famosas: Baga, Calangute, Candolim, Vagator e Anjuna.

Calangute BeachCalangute Beach

New Delhi 

3 noites. A Capital do País, muitas coisas pra explorar… Cheguei no hotel por volta das 18 horas e decidi caminhar um pouco. Foi quando conheci o Mr. Yogi, um motorista de tuk-tuk que acabou virando meu guia. Eu só queria dar uma olhada num bazar próximo ao hotel e ele acabou me levando pra fazer um tour pela cidade. Combinei com ele pra ser meu guia nos dois dias que passaria em New Delhi. Comentei todos os lugares turísticos que gostaria de conhecer e ele planejou tudo. Um dia pra ver a região norte da cidade e outro pra ver a região sul. Não só me mostrou tudo na minha lista, mas também me levou a outros lugares que ele achava interessante.

Jama Masjid
Jama Masjid

New Delhi tem um sistema de metrô muito eficiente, com várias linhas que acessam todas as partes da cidade. Eu optei pelo tuk-tuk por estar sozinha e me senti mais segura tendo um “guia”. Mas o metrô é uma ótima opção!

Vamos lá: Old Delhi, a parte antiga da cidade, com ruas estreitas, bazares etc – Chandni Chowk é a rua principal dessa área, Jama Masjid – maior e principal mesquita cuja construção foi completada em 1659, Red Fort (Lal Qila), Índia Gate, Lodi Gardens, Raj Ghat – local onde Gandhi foi cremado, Qutub Minar, Humayun’s Tomb, Lotus Temple, Gurudwara Bangla Sahib – um templo Sikh onde voluntários preparam comida para milhares de pessoas diariamente, Connaught Place e Khan Market. Sem falar nos museus e muitas outras atividades

Gurudwara Bangla Sahib
Gurudwara Bangla Sahib

Agra 

1 noite. O que posso dizer? – Taj Mahal!!! Uma das 7 maravilhas do mundo! Indescritível a sensação de ver o Taj pela primeira vez! Uma beleza sem tamanho.

Taj Mahal
Taj Mahal

Além do Taj, tem o Agra Fort (onde você tem que ver o Shish Mahal – mas tem que pedir para o seu guia, pois não está aberto ao público: um lugar onde há centenas de anos era usado para tocar música, as paredes e os tetos cobertos de pedacinhos de espelho, e com a luz de velas parecem estrelas brilhando no céu!.), e o Baby Taj. De todas as cidades que conheci, Agra foi a que menos gostei, uma cidade industrial e um cheiro ruim no ar. Tem muita gente que faz um bate-e-volta de New Delhi. O primeiro trem sai às 6.30 da manhã (são 2 horas de viagem) e o último trem sai de Agra por volta das 9 da noite. Um dia é suficiente para explorar a cidade.

Forte de Agra

Depois de Agra fui para o Estado do Rajastão e fiquei nas cidades que seguem:

Samode 

1 noite. Um vilarejo localizado ao norte de Jaipur (45 minutos). Decidi passar uma noite por lá só pra me hospedar no palácio construído pelo Marajá que é absolutamente incrível!

Samode Palace

Jaipur 

2 noites em Jaipur, conhecida como “Pink City” – a cidade foi pintada em tons de rosa para dar as boas vindas a Rainha Victoria em 1876. O rosa é considerado a cor da hospitalidade! A cidade é famosa também pelas pedras preciosas! Dentre os pontos turísticos destaco: Hawa Mahal
(palácios dos ventos), Amber Fort, Jantar Mantar, City Palace, Rambagh Palace. O melhor “lassi” (bebida indiana a base de iogurte) em Jaipur é o “Lassiwala”, vendendo lassi desde 1944!

Geralmente
Hawa Mahal
Hawa Mahal

Mandawa 

1 noite. Um vilarejo que fazia parte da “rota da seda”. As caravanas que iam da China com carregamento de seda passavam por esse vilarejo. Os comerciantes construíram havelis (um tipo de construção fortificada encontrada no Rajastão) e ofereciam alojamento para os viajantes. Para atrair os viajantes, os donos contratavam artistas para pintar as paredes dos havelis e uma caminhada pelo vilarejo é essencial. Muitos lugares estão abandonados, mas há um grupo local que está restaurando todas as estruturas e é impressionante!

Nagaur 

1 noite. Outro vilarejo, com um forte imenso que foi basicamente destruído durante a guerra da Índia contra o Paquistão. Esse forte foi usado como base militar para o exército indiano e britânico. Agora está sendo restaurado e o hotel que me hospedei fica dentro desse forte (era a área designada para as mulheres do Marajá). O hotel oferece um tour pelo forte e você viaja no tempo.

Jodhpur 

2 noites. Conhecida como “Blue City” devido a cor azul das casas, que foram pintadas para manter o interior mais frio. Passear pelas ruas com as casas azuis, ver o Fort Mehrangarh construído em 1460, a Clock Tower (uma torre com um relógio no topo) e ao redor um mercado, onde você encontra jóias em prata, pashminas entre outras coisas, e o Umaid Bhawan Palace.

20 dias pela Índia
Vista da Cidade do Forte

Não sabe onde se hospedar na Índia? Dê uma olhada nos hotéis mais reservados pelo Booking.

Narlai 

1 noite. Um vilarejo que vale a pena conhecer. O hotel Rawla Narlai oferece várias atividades. Eu optei em ir ao topo da “Elephant Rock”, 45 minutos subindo pelas escadas construídas na pedra e no topo tem um elefante imenso construído em mármore. A história é muito interessante: o Marajá tinha um elefante de estimação e por ser um homem muito bondoso, era muito admirado pelos moradores. Quando o elefante morreu, o Marajá ficou muito triste, então os moradores decidiram fazer a estátua e colocar no topo da pedra como homenagem ao querido Marajá, assim ele poderia ver o elefante todos os dias.Pela manhã fiz uma caminhada pelo vilarejo acompanhada por um membro do hotel. Muito legal.

Udaipur 

2 noites. Também conhecida como “City of Lakes” – pois os lagos foram basicamente construídos ao redor da cidade, o mais famoso deles é o Lake Pichola. No meio desse lago foi construído um palácio, transformado em um hotel de luxo. City Palace é um complexo construído há mais de 400 anos, tem museu, bazares etc. Não muito longe dali tem um templo hindu chamado Jagdish, você sente uma paz incrível ao entrar e ver os fiéis cantando. Vale a pena também ir ao topo da montanha pra ver o Monsoon Palace, com vistas impressionantes dos lagos e da cidade. 

Mumbai 

1 noite. Última parada da minha aventura. Aproveitei pra fazer compras, caminhar pela praia e conhecer um pouco mais a cidade. Foi aí também, que me aventurei a comer na rua, o famoso “pani puri” (comida típica), no Elco Market. Mumbai é famosa pela variedade de “street food” que oferece.

Pani Puri
Pani Puri – Elco Market

Algumas lojas que achei muito legais:

Anokhi – com sede em Jaipur (eles tem até um museu), fazem roupas em algodão com “block prints”, que é típico da região. 

Good Earth – uma loja com objetos de cama, mesa e banho, muitas coisas lindas pra decoração da casa. Também vendem roupas, jóias e muito mais. 

Kama Ayurveda e Forest Essentials – ambos vendem produtos ayurvédicos (o sistema holístico de cura mais antigo do mundo, que data 5000 anos). 

Mapa do roteiro de 20 dias pela Índia:  20 dias pela Índia  20 dias pela Índia


20 dias pela Índia

Um vídeo sobre a “Incridible India”: 

Espero que curtam as dicas. Claro, a Índia oferece muito mais do que coloquei aqui – tem atividades pra todos os gostos e cada região tem suas belezas. Não é a toa que dizem “Incredible India” pois é realmente um país incrível! 20 dias pela Índia

Quer saber mais sobre a Índia? Não deixe de conferir o post: Tudo o que você precisa saber antes de Viajar para a Índia.

Planejando sua Viagem

Organize e planeje sua viagem através do nosso blog. Temos parcerias com algumas grandes empresas, que possuem ótimos preços e serviços de qualidade. Utilizando os serviços abaixo através do Uma Viagem Diferente, você ajuda a manter o blog no ar e ainda garante o melhor preço. Economizando na sua viagem!

HOSPEDAGEM → Garanta o melhor preço com o Booking.com
ALUGUEL DE CARRO → Alugue um carro com a Rentcars
SEGURO VIAGEM → Viaje com segurança com a SegurosPromo
PASSAGEM AÉREA → Encontre passagens baratas com a PassagensPromo

Namaste!

Ana Cottrell

37 comentários em “Roteiro de 20 dias pela Índia

  • 23/10/2017 em 11:27
    Permalink

    Sou louca pra conhecer a Índia, mas fico sempre com um certo receio por ser mulher… Você achou tranquila a sua viagem?

    Resposta
    • 01/11/2017 em 12:34
      Permalink

      Oi Caroline, eu não tive nenhum problema. Escolhi com cuidado os hotéis, evitava sair a noite, não usei roupas provocantes… Vi muitas pessoas viajando sozinhas, o povo e muito amável. Como em qualquer pais, em caso de duvida, pergunte ao pessoal local qual área deve ser evitada…. Muitas cidades oferecem tours com grupos, essa também e outra opção. Eu amei cada minuto que passei por la! Ana

      Resposta
  • 23/10/2017 em 20:58
    Permalink

    A Índia é mesmo um país exótico, muito diferente de tudo para nós brasileiros. Espero um dia conhecer este país rico em cultura e religiosidade.

    Resposta
  • 24/10/2017 em 18:58
    Permalink

    Parabéns por viajar para a Índia sozinha. Ainda não conheço esse país, apesar de sempre ter exercido sobre mim um enorme fascínio. O que mais sonho conhecer é, provavelmente, Jaipur, a linda cidade rosa. Ansiosa para ler mais sobre a sua aventura.
    Abraço

    Resposta
    • 01/11/2017 em 12:37
      Permalink

      Obrigada! Se tiver a oportunidade, planeje e va! Vale a pena!

      Resposta
  • 24/10/2017 em 20:05
    Permalink

    Que post ótimo para quem começa o planejamento da viagem à Índia! E ter um motorista ajuda muito, porque eles viram ‘guias’ e têm a perspectiva do morador local. parabéns pelo post e por ir sozinha à Índia. Quando eu crescer eu vou tb! ahahah

    Resposta
    • 01/11/2017 em 12:43
      Permalink

      Com certeza! E você se sente mais a vontade e segura na companhia de alguém que conhece o lugar.

      Resposta
  • 24/10/2017 em 20:33
    Permalink

    Muito legal suas dicas e roteiros da Índia, ainda não sei se um dia eu irei ou não para lá, com suas dicas deu vontade de ir, mas com a pobreza extrema e o riscos (de beber água e outras coisas) não sei se dá vontade de ir.

    Resposta
    • 01/11/2017 em 12:53
      Permalink

      Obrigada. Achei facil tomar os cuidados basicos e nao adoeci nenhuma vez. Apesar da pobreza, e um pais incrivel!

      Resposta
  • 25/10/2017 em 11:22
    Permalink

    Tenho muita vontade de conhecer a Índia e achei seu roteiro muito completo. Já salvei nos favoritos para quando for, voltar para anotar tudo e seguir suas dicas. Parabéns.

    Resposta
    • 01/11/2017 em 12:56
      Permalink

      Obrigada! Muito planejamento envolvido que culminou nesse roteiro!

      Resposta
  • 25/10/2017 em 13:15
    Permalink

    Está nos meus planos conhecer a Índia ano que vem e seu post veio em uma ótima hora! Já salvei aqui e espero usar todas suas dicas!
    Abs

    Resposta
    • 01/11/2017 em 12:57
      Permalink

      Boa sorte! Tenho certeza que voce vai adorar!

      Resposta
  • 25/10/2017 em 20:58
    Permalink

    Que grande viagem pela India. Adorei este roteiro, vi que fizeste o Triangulo Dourado e ainda foste a Mumbai e ainda foste a Goa. Deve ser um país perfeito para mochilar. Quero ir um dia. Abraço.

    Resposta
    • 01/11/2017 em 13:01
      Permalink

      Obrigada! Sim, muitos mochileiros por la! E inúmeras opções de hospedagem!

      Resposta
  • 25/10/2017 em 22:24
    Permalink

    Poxa vida que viagem mais linda! Salvei com coraçãozinho pra não perder jamais esse roteiro! Sonho em ficar um mês por lá!💕💕💕

    Resposta
    • 01/11/2017 em 13:14
      Permalink

      Se voce optar pelo “visa on arrival” o tempo maximo pra permanecer no pais e 30 dias. Eu achei o jeito mais facil pra obter o visto! Boa sorte!

      Resposta
  • 26/10/2017 em 20:00
    Permalink

    tai um pais q so vou adiando a visita, tem que ir preparado para enfrentar diversas situacoes e ir com a mente aberta! 20 dias eh uma quantidade legal para conhecer o basico ne…achei legal que colocou alguns destinos nao tao conhecidos como udaipur!

    Resposta
    • 01/11/2017 em 13:10
      Permalink

      Se pudesse ficaria mais tempo… principalmente em Mumbai e New Delhi. Mas acho que 20 dias deu pra explorar bastante!

      Resposta
  • 06/11/2017 em 23:02
    Permalink

    Que roteiro incrível! Ainda quero muito conhecer a Índia! E seu post está excelente com a divisão dos dias, cidades maiores e menores (que eu adoooro)! Certamente vou usar suas dicas quando for!

    Resposta
    • 08/11/2017 em 00:27
      Permalink

      Muito obrigada! Eu pesquisei bastante e inclui os vilarejos como Mandawa e Narlai pra ver de perto os costumes e tradicoes locais. Valeu a pena!

      Resposta
  • 07/11/2017 em 03:46
    Permalink

    Que legal seu relato, adorei as dicas! A Índia é um lugar que me traz muita curiosidade, a comida, a cultura… tanta coisa para vivenciar. Tenho certeza que é uma experiência incrível! Bjs

    Resposta
  • 07/11/2017 em 23:38
    Permalink

    Taí um roteiro de respeito! Curtir a essência da Índia como você fez deve ser uma experiência de outro mundo!
    Parabéns pelo post, tá show demais!

    Mas fiquei curioso pra saber o seguinte: quais foram as maiores dificuldades nesta trip?

    Flávio!

    Resposta
    • 08/11/2017 em 00:37
      Permalink

      Oi Flavio. No comeco um pouco de inseguranca por estar sozinha, mas o povo e muito acolhedor. O mais dificil pra mim acho que foi falar “nao” inumeras vezes! Os mendigos implorando pra voce dar um trocado, os comerciantes tentando empurrar coisas que voce nao quer comprar… E tambem estar sempre alerta com o que voce vai comer pra nao adoecer… Antes de ir li muitos blogs e uma coisa que vi varias vezes foram turistas sendo sacaneados. Acho que fui mentalmente preparada e isso nao aconteceu comigo! 😉 Um abraco!

      Resposta
  • 08/11/2017 em 23:00
    Permalink

    Lindo, fotos lindas, mas a Índia me dá medo 🙁
    Sinceramente, tenho medo de ir para a Índia por ser mulher.

    Resposta
    • 10/11/2017 em 00:56
      Permalink

      Oi Dilma! Eu não encontrei nenhuma dificuldade por ser mulher e estar sozinha… evitar sair à noite e os lugares mais perigosos e respeitando a cultura tudo dá certo!

      Resposta
  • 09/11/2017 em 13:53
    Permalink

    India com certeza ta na minha lista mas tenho o mesmo receio de ir sozinha… mas não acho que será fator determinante, tempo e dinheiro são mais importantes que o medo haha

    Resposta
    • 10/11/2017 em 01:02
      Permalink

      Oi Rebecca! Acho que o mais caro mesmo e a passagem aérea, acomodações existem pra todos os bolsos, o preço das refeições e baratíssimo. Pra viajar dentro do país também é muito barato, principalmente transporte ferroviário, e viajar de avião por lá não é caro não! Eu cheguei à conclusão de que o medo que tinha antes de chegar lá foi bobo, não passei nenhum apuro por estar sozinha!!!

      Resposta
  • 22/11/2017 em 11:23
    Permalink

    que roteiro incrível, um dos meus sonhos de viagem é a Índia e esse seu roteiro resume tudo o que eu quero conhecer.
    Sei que pode ser difícil para viajar por lá sozinha, mas acho que o risco vale a pena. Você acha que mulheres terão dificuldades em viajar sozinha por lá?

    Resposta
    • 23/11/2017 em 19:06
      Permalink

      Oi Flávia, eu não tive nenhum problema, mas estava sempre alerta, evitava sair à noite, sempre perguntava quais lugares deveria evitar e pesquisei muito antes de ir principalmente como respeitar os costumes do país. Com certeza vou voltar pra lá!

      Resposta
  • 03/12/2017 em 11:54
    Permalink

    Que ótimo seu post! Adorei o roteiro, muito legal que você passou por lugares como Mandawa, Nagaur e Narlai. Numa próxima oportunidade, não perca Bikaner e o templo de ratos que tem lá perto. Estou pensando em ir de carro de Udaipur para Jodhpur, parando em Ranakpur. Achei muito interessante esta história do Elephant Rock e penso em parar em Narlai para almoçar (e talvez ver a tal pedra). Você lembra do nome do hotel que ficou lá? Vale a pena parar para almoçar? Obrigadão pelas dicas 😉

    Resposta
    • 04/12/2017 em 01:06
      Permalink

      Oi Roberto. Eu fiquei no hotel Rawla Narlai. Eu jantei no restaurante e achei uma delícia! O hotel é muito bonito e eu fui até o topo da pedra com um funcionário que serviu de guia. Eu achei que valeu muito a pena. Pela manhã o mesmo funcionário me levou pra caminhar pelo vilarejo. Eu optei em parar nessas cidades menores pra ver de perto como é o dia-a-dia dos moradores… muito interessante! Eu também fui no templo em Ranakpur, e deslumbrante!!! Valeu a dica, mas eu tenho pavor de ratos, acho que não teria coragem de ir ao templo. Rsrs! Um abraço!

      Resposta
  • Pingback: Tudo o que você precisa saber antes de viajar para a Índia

  • 16/07/2018 em 16:14
    Permalink

    Que máximo! Eu tenho um certo receio de ir na Índia, mas fiquei bem empolgada! Fico triste o quanto de mísera existe no país…pior do que aqui no Brasil. Se aqui já ficamos consternados, imagine lá.

    Resposta
  • 12/09/2018 em 12:57
    Permalink

    Bom dia tudo bem ?

    Qual valor médio de alimentação e hospedagem por dia ? qual moeda voce levou ?

    Otimo relato, quero fazer uma viagem para India, mas gostaria de ser mais pelo lado espiritual. tem algumas dicas sobre?

    Obrigado

    Resposta
    • 13/09/2018 em 01:58
      Permalink

      Oi David.
      Você encontra hotéis com diárias de $5 a $5000 dólares, desde homestays a hotéis super luxuosos! Em média eu gastei US$100 – .todos hotéis muito confortaveis e seguros (como fui sozinha optei em pagar um pouco mais e me sentir segura). Todos incluíam café da manhã.
      Com relação à refeições achei tudo muito barato! Eu diria que com US$25 por dia você come muito bem. Se você se atrever a comer street food sai mais barato ainda!
      Como moro nos EUA eu levei dólares e fiz o câmbio quando cheguei lá. Você encontra casa de câmbio em todo lugar e muitos hotéis oferecerem esse serviço, mas o câmbio não é tão bom. E por lei você não pode sair da Índia com nenhuma nota de Rupees. Você tem que trocar todo o dinheiro antes de sair do país.
      Eu sugiro Varanasi e Rishikesh para uma experiência mais espiritual. Apesar de eu ter sentido essa energia em todos os lugares, os Hindus são muito devotos e só de entrar nos templos você sente uma paz incrível! Tem também o estado de Kerala, onde foi criada a medicina ayurvédica, essa pode ser uma opção! Todos esses lugares estão na minha lista pra próxima viagem! Boa sorte e se precisar de mais algumas dicas, estou à disposição!
      Um abraço! Ana

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.