/O começo do começo. Asunción.

O começo do começo. Asunción.

Vamos lá. Primeiro post. Tudo começou por Asunción. Minha primeira viagem, com apenas um ano de idade, isso porque minha avó por parte de mãe é paraguaya, e meus pais resolveram ir para Asunción para que todos pudessem conhecer o mais novo membro da família: Eu! haha.

Claro que não lembro nada dessa primeira viagem, mas depois desta que ocorreu em 1991, voltei para lá mais sete vezes, em 1993, 1998/1999 (com minhas duas irmãs), em 2006, 2007/ 2008, 2010, na virada de ano de 2013/2014 e na mais recente visita em 08/2015.

O Paraguay tem duas línguas oficiais, o castelhano e o guarani. (O castelhano é muito parecido com o espanhol, bem fácil de entender. Já o guarani …vish…) Mas pode ficar tranquilo, ninguém falará com você nessa língua). A moeda oficial do pais é o Guarani, você pode trocar o dinheiro na fronteira, ou na Calle Palma, na capital.

Carimbos
Carimbos Passaporte

Você pode ir de avião até o Aeroporto Internacional Sylvio Petirossi, de ônibus ou de carro. Partindo de Santo André (região metropolitana de São Paulo), são aproximadamente 20 horas de viagem, isso direto, rs. Como o Paraguay pertence ao MERCOSUL não é necessário o visto para adentra-lo, basta o RG, mas na fronteira ou aeroporto você passará pela Aduana. E se você estiver com passaporte ganhará um carimbo! (Adoro carimbos)

A primeira cidade após a fronteira é uma das mais procuradas pelos brasileiros, Ciudad del Este, famosa pelos preços baixos e compras. Mas confesso que só estive lá uma vez e apenas para almoçar antes de seguir viagem à capital.

 

Se você estiver de carro, deve se atentar as normas de transito locais. Você sempre, SEMPRE, deve andar com os faróis acesos, mesmo durante o dia, também deve ter dois triângulos,um para colocar na frente do carro e um atrás em caso de emergência, além de corda e todos os itens obrigatórios no Brasil. Na estrada há sempre policiais rodoviários prontos para te parar e ver se você está com esses itens e também se você passou pela Aduana na fronteira.

Durante o percurso, na estrada,  sempre há mulheres vendendo chipa, um biscoito que lembra o pão de queijo, porém com um sabor típico. PARE e compre uma !

A maioria dos pontos turísticos estão no centro da cidade, e lá  podemos visitar o Palácio de Los Lopez, sede da presidência (à noite ele ganha uma iluminação toda colorida), Panteón de los Heroes del Paraguay (atualmente em restauro), Cabildo,a antiga estação de trem, A igreja “Nuestra Señora de la Asunción”, o Palácio Legislativo. Também se pode visitar a ”praia” de Asunción, localizada na  Costanera, uma via que é fechada aos domingos para a pratica de esportes, andar de bike, o Correio Central,  entre outros.

Porto de Assunção

Se você gostar de futebol pode visitar o estádio Defensores del Chaco, e se der sorte assistir um jogo do Olímpia x Cerro Porteño,  pode ir também ao Museu da Conmebol, na cidade vizinha Luque, praticamente em frente ao aeroporto.

Um passeio bem diferente é subir o Cerro Lambaré, onde fica o monumento do Cacique Lambaré, toda vez que vou para Asunción passo lá para ver como a cidade está mudando e ver como ela é uma cidade verde (nem tanto quanto antes, mas ainda verde).

Sede da presidencia, em Asunción - Paraguay.
Sede da presidência, em Asunción – Paraguay.
Sketch Panteón.
Sketch Panteón.

Se gosta de museus, um bem legal, mas um pouco afastado do centro da cidade é o Museo del Barro, próximo ao Shopping del Sol, com obras desde a antiguidade, com peças indígenas e artesanais até hoje em dia, com exposições de fotos e arte contemporânea. Também  a Casa da Independência, no centro. O Centro Cultural Manzana de la Riviera, onde há exposições esporádicas . Também pode ir a Antiga Estação Central, que hoje é um museu sobre o transporte publico da cidade.

Museo del Barro.
Museo del Barro.

Ir para o Paraguay e não comprar nada ? Isso não existe, né ? Há diversos locais, como a Calle Palma, bem no centro da cidade, com diversas lojas de departamentos como Adidas, Unicentro e Nueva Americana, e também um dos lugares com várias casas de câmbios. Há também  diversos shoppings centers, como, Shopping Mariscal Lopez, Shopping del Sol (mais chique), Villa Morra e o mais novo deles Pinedo. Há também uma feirinha com artesanatos na Plaza de la Independência (atrás do Panteón). Se você gosta de aventuras, vá para Petirossi uma ”25 de março” paraguaya (loucura ).

Shopping del Sol
Shopping del Sol

Com relação à gastronomia, além da chipa você não pode deixar de experimentar o mbeju, ou tapioca,do restaurante” Ña Eustaquia”. Outro restaurante que toda minha família gosta é o ”Pancholos”, com seus famosos lanches de pancho (como um hot dog),  ambos espalhados pela cidade (hmm me deu fome só de pensar ).

Um dos mais famosos bares da cidade se chama ”Lido Bar”, localizado na Calle Palma, em frente ao Panteón. (”Se você foi a Paris e não foi à Torre Eiffel, você não esteve em Paris! Se foi à Asunción e não foi ao Lido Bar, não esteve em Asunción!”). Vale a pena a visita para se deliciar com as empanadas de jamón y queso (presunto e queijo) e tomar um jugo de durazno (pêssego), ( fome novamente).

Um restaurante bacana também é o ”El café de acá”, onde enquanto você come pode desenhar nos guardanapos, que depois ficam expostos.

El café de acá
Desenhos em ”El café de Acá”

Mais um sketch:

Cerro Lambaré
Cerro Lambaré

Bom… Essas são algumas dicas.Penso que uns 03 a 04 dias são suficientes para conhecer a capital.    E você? Já esteve em Asunción? Curtiu? Compartilhe sua experiência conosco.

Eu, particularmente, sou suspeito em falar, pois, após tantas visitas e com familiares morando lá, é um lugar que curto muito e recomendo a visita, você pode se surpreender.

Até o próximo post.

Abrazo
Diego Arena