/4 museus imperdíveis em Florença

4 museus imperdíveis em Florença

Florença, ou Firenze, é uma das minhas cidades preferidas da Itália. Conhecida como a capital do Renascimento, é uma cidade que respira arte, tendo aproximadamente 50 museus. Isso mesmo que você leu, aproximadamente 50, mas não falaremos de todos eles. Listei os 4 museus que acho que não podem faltar em uma visita à cidade. Vem com a gente? 

É na Galleria dell’Accademia que está a famosa estátua feita por Michelangelo: o Davi, a original, já que você encontra réplicas em diversos pontos da cidade, como na Piazza della Signoria, no centro da cidade. A ideia de ir para este museu era exclusivamente para ver a estátua de perto, não sabia o que mais haveria no local, que por sinal tem diversas outras obras de arte riquíssimas em detalhes. Para entrar neste museu peguei a maior fila de todos os museus que fui durante o mochilão, tudo por que não comprei antecipado. Foram quase 4 horas de fila que andava lentamente, sob um sol de verão quentíssimo. Mas… depois que entrei e vi o “Davi”… o cansaço das 4 horas de fila sumiram como um passe de mágica. É na Accademia que também estão as esculturas “Prisões”, o “São Matheus” e a “Pietá Palestina”, todas também de Michelangelo.

O Palazzo Vecchio, ou Palácio Velho, era a sede do Governo da República Florentina e hoje, além de museu, uma parte do edifício é ocupada pela Prefeitura da cidade. No acesso do Palazzo podemos ver obras como o “Davi” (Michelangelo), o “Marzocco” e a “Judite e Holofernes” (Donatello), réplicas. O original do “Davi”, como disse anteriormente podemos ver na Galleria dell’Accademia, e o original de “Judite e Holofernes” está no interior do Palazzo Vecchio, onde também podemos conhecer: o Salone dei Cinquecento (Salão dos Quinhentos), o Studiolo di Francesco I , os Apartamentos dos Medici, a Sala dei Gigli, a Sala das Cartas Geográficas e a Torre de Arnolfo, com 94 metros de altura, sendo a torre mais alta de Florença.

A Galleria delle Uffizi, ou Galeria dos Ofícios, é o museu mais importante da cidade e um dos principais da Itália. Para visitá-lo se recomenda comprar o ingresso antecipadamente, ou ficará horas na fila, como eu fiquei haha. Mas, para ver obras como: “O Nascimento de Vênus” (Nascita di Venere), “A Primavera” (Allegoria della Primavera) ambas de Boticelli, além de Leonardo da Vinci, Tiziano e a “Testa di Medusa”, do Caravaggio, que é uma das obras de arte que mais gosto, vale muitoooo a pena. MUITO. Ahh… e de uma das salas deste museu você tem uma vista linda da Ponte Vecchia.

No interior do Museu Palazzo Pitti há 8 museus. São eles: a Galleria de Arte Moderna, a Galleria Palatina, o Museu da Porcelana, o Museu degli Argenti (com jóias e pratarias), a Galeria del Costume (vestuário), o Museu das Carroças, os Apartamentos Reais e o Jardim de Boboli. Passei por ele no meu último dia em Florença, e estava quase na hora do fechamento. Deu para dar uma olhada geral, mas não consegui conhecer o Jardim de Boboli, que falam que é lindo. Uma ótima desculpa para voltar, ?

Dependendo do tempo que você tem para ficar na cidade, é possível fazer um roteiro passando pelos 4 museus. Claro que vai depender das filas e do que você quiser ver. É impossível fazer os 4 museus em um único dia.

A ordem em que descrevi os museus é quase como uma rota, que pode ser seguida, e entre um museu e outro há vários outros pontos interessantíssimos para se conhecer.

Mapa com os museus:

Se quiser saber mais sobre Florença, ou Firenze, como é chamada pelos italianos, temos um post com um roteiro de 3 dias, e você pode acessar clicando aqui.

Como disse no início, a cidade é riquíssima em museus, então resolvi citar alguns outros importantes além dos 4. Como: o Museo Nacional del Bargello, a Basilica Santa Croce, o Museo dellOpera del Duomo, o Museo Galileo,  a Casa Buonarroti, o Museu Casa di Danti, o Palazzo Nonfinito, o Museu Leonardo da Vinci, o Palazzo Strozzi etc.

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva entre blogs membros da RBBV, com o tema #museumweek. Vamos dar uma olhada em quem mais escreveu sobre o assunto:

museum Week.gif

– Mariana Viaja: National Gallery of Art, em Washington;
– Turistando.in: Visitando o Museu de História da Arte de Viena (Kunsthistorisches Museum);
– Vamos Por Aí: Meus Museus Favoritos;
– Viajar correndo: Museu Light da Energia, Rio de Janeiro;
– Guia do Nômade Digital: Galeria 11/07/95: Galeria sobre o Genocídio na Bósnia e Herzegovina;
– Uma Viagem Diferente: 4 Museus Imperdíveis em Florença;
– Quase Nômade: Museu Iberê Camargo, em Porto Alegre;
– Gastando Sola Mundo Afora: Museo de Arte Precolombino de Cuzco;
– Passeios na Toscana; Florença do alto: as Torres abertas à visitação;
– Cantinho de Ná: Museu do Futebol em São Paulo: paixão, história e entretenimento;
Destino Compartilhado: Museu Lasar Segall;
– Entre Polos: Museu Nacional do Hermitage – São Petersburgo – Rússia;
– Do RS para o Mundo: Centro Português de Fotografia – Porto/Portugal;
– Mulher Casada Viaja: Exploratorium – Museu de São Francisco, Califórnia;
– TurMundial: Museu do Picasso em Málaga, Barcelona e Antíbes;
– Monday Feelings: Museus de graça na Itália todos os primeiros domingos do mês;
– Farrabadares: Memorial São Nikolai em Hamburgo;
– Itinerário de Viagem: MET Museum em Nova Iorque;
– Viajar hei: Museu Imperial – Petrópolis – Rio de Janeiro;
– Sol de Barcelona: Museu Olímpico e do Esporte – Barcelona;
– Família Viagem: Children’s Museum of Houston – Texas com crianças;
– Viaje na Web: American Museum of Natural History – Museu de História Natural de Nova York;
– Aquele Lugar: Museus do Vaticano – Roma – Itália;
– Viagem LadoB: Ilha dos Museus – Berlim;
– Viajento: Museo Santuarios Andinos – Arequipa, Peru;
– MEL a Mil pelo Mundo; Museo de Ciências Naturais de Madrid;
– Caixa de Viagens; Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World em Vevey, Suíça;
– Let’s Fly Away: Museu Botero, Bogotá, Colômbia;
– Viajo com filhos: Nemo Science Museum, em Amsterdã, Holanda;
– Sonhando em Viajar: Catetinho, em Brasília, Brasil;
– Viajoteca: Batik na Indonésia: Museu Têxtil em Jakarta, Indonésia;
– Mochileza: Museu do Automóvel de Turim, Itália;
– Comendo Chucrute e Salsicha: Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Argentina;
– 1001 Dicas de Viagem: Museu Histórico de Berna, Suíça;
– Estrangeira: 8 Museus Imperdíveis em Barcelona, Espanha;
– Devaneios de Biela: Museu Nacional da Finlândia em Helsinki;
– ILoveTrip: Top 7 Museus em Brasília que você precisa conhecer;
– Me Deixa Ser Turista: Conheça o Museu da Revolução, em Havana;
– A Fragata Surprise: Museus de Florença – Guia de Sobrevivência;
Direto de Paris: Os Museus de Troyes.
– A Vida é Como Um Livro: Galeria Nacional da Noruega;
Dedo no Mapa: Museu Paranaense;
Ligado em Viagem: Beco do Batman é museu de grafite e arte de rua em São Paulo
Uma Boa viagem e até o próximo post,

Diego Arena